28/11/20
 
 
Sequestrador na Ucrânia liberta reféns

Sequestrador na Ucrânia liberta reféns

Twitter Jornal i 21/07/2020 22:40

Segundo uma fonte policial citada pela agência France-Press, também o homem de 44 anos se entregou às autoridades. Segundo a mesma agência de notícias, estarão a decorrer negociações entre a polícia e o sequestrador, que alega ter escondido uma bomba na cidade.

O homem que sequestrou, esta terça-feira, cerca de dez pessoas, na cidade ucraniana de Lutsk, libertou todos reféns. A libertação foi confirmada pelo ministro do Interior da Ucrânia. "Todos os reféns estão livres", escreveu Anton Grashchenko no Facebook.

Segundo uma fonte policial citada pela agência France-Press, também o homem de 44 anos se entregou às autoridades. Segundo a mesma agência de notícias, estarão a decorrer negociações entre a polícia e o sequestrador, que alega ter escondido uma bomba na cidade.

As pessoas estiveram sequestradas mais de 12 horas, tendo o homem libertado uma criança, um jovem e uma grávida momentos antes de libertar os restantes reféns. Segundo a agência France-Press, foram sequestradas cerca de 20 pessoas, no entanto, as autoridades ucranianas falaram em cerca de dez 

O homem de 44 anos fez as suas exigências a partir das redes sociais. "Feliz dia anti-sistema. Religioso-político-oligárquico, sistema do poder do terror. O Governo foi sempre e é hoje o terrorista número um”, escreveu.

“Comigo estão muitas pessoas. Tenho uma arma automática, duas bombas, a terceira é num local público da cidade; as três vão explodir, se não se fizer o seguinte: chefes de tribunais, do Supremo Tribunal de Justiça, procurador-geral, ministro da Justiça, primeiro-ministro, Presidente da Assembleia da República, ministro da Defesa, chefe dos Serviços de Segurança, lideres das igrejas e ainda: Avakov, Poroshenko, Ahmetov, Kolomoyskiy, Pynchuk, Medvedchuk - todos têm que partilhar nas redes sociais e no YouTube um vídeo com o texto: “Eu - nome - cargo - sou um terrorista dentro da lei”, acrescentou.

O sequestrador exige ainda que o Presidente Zelensky publique um vídeo com o texto: “Toda a gente tem que ver o filme “Zemlyani”.

E deixou o aviso: “Mais: a minha morte não vai impedir as explosões. E ainda: a verdade da boca dos 24 vai salvar centenas de vidas. Não se enganem, comemorem a verdade".

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×