13/8/20
 
 
Comércio, restauração e serviços pedem corte de 40% nas rendas

Comércio, restauração e serviços pedem corte de 40% nas rendas

Jornal i 14/07/2020 16:37

Para os signatários é "urgente" a adoção destas medidas, uma vez que não é possível manter a sobrevivência da maioria das empresas com o mesmos custos fixos da época pré-covid-19.

As associações representativas do setor do comércio, restauração e retalho pediram uma redução de 40% no valor das rendas entre abril e dezembro e a suspensão da taxa liberatória de IRS para senhorios, face ao impacto da covid-19.

Para os signatários- Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP), a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) e a Associação das Marcas de Retalho e restauração (AMRR) -  é "urgente" a adoção destas medidas, uma vez que não é possível manter a sobrevivência da maioria das empresas com o mesmos custos fixos da época pré-covid-19.

A confederação e as duas associações sublinharam que esta proposta "reparte os sacrifícios" e continua a implicar um "esforço enorme" para os empresários do comércio e dos serviços (60%), com a ajuda do Estado (28%) e dos senhorios (12%)

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×