10/8/20
 
 
CMVM levanta suspensão da negociação das ações da EDP e da EDP Renováveis

CMVM levanta suspensão da negociação das ações da EDP e da EDP Renováveis

Sónia Peres Pinto 07/07/2020 10:15

O regulador diz que estas decisões surgiram “na sequência da divulgação de informação relevante”.

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) levantou a suspensão da negociação das ações da EDP e da EDP Renováveis, que vigorava desde segunda-feira.

O regulador diz que estas decisões surgiram “na sequência da divulgação de informação relevante”.

Ontem foi conhecida a decisão do juiz Carlos Alexandre ter suspendido António Mexia, presidente da EDP, e João Manso Neto, CEO da EDP Renováveis, das suas funções e  de ficarem proibidos de entrar nas instalações da elétrica. Além disso, terão de pagar cauções de um milhão de euros cada um. Os dois arguidos ficam ainda proibidos de viajar para o estrangeiro. 

Uma decisão que levou a CMVM a suspender as ações da EDP e EDP Renováveis no mercado bolsista. O regulador disse ontem que aguardava “a divulgação de informação relevante ao mercado” por parte das duas empresas. Feitas as contas, as ações da EDP perderam 2,53% para os 4,34 euros, enquanto os títulos da EDP renováveis caíram 1,40% para os 12,64 euros por ação.

Foi também revelado que Miguel Stilwell de Andrade que, até aqui acumulava a função de o Chief Financial Officer da EDP, vai ser o novo CEO interino da EDP, acumulando assim funções. A informação foi avançada pela empresa à CMVM.

 "Nesta data, o Conselho Geral e de Supervisão e o Conselho de Administração Executivo, deliberaram proceder à nomeação do Chief Financial Officer, Eng. Miguel Stilwell de Andrade, para o exercício interino das funções e cargo de presidente do Conselho de Administração Executivo enquanto se verificar o impedimento de António Mexia, e em acumulação com as actuais funções", disse em comunicado.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×