26/9/20
 
 
Ministério da Educação suspende devolução de livros

Ministério da Educação suspende devolução de livros

Jornal i 06/07/2020 21:32

Os livros já recolhidos devem ser entregues pelas escolas até ao início do próximo ano letivo, mas tutela sugere que pais deixem os livros com os estabelecimentos de ensino para que possam ser utilizados nas primeiras semanas que serão de recuperação. 

Os estabelecimentos escolares receberam ordens do Ministério da Educação para pararem a recolha dos livros utilizados pelos alunos durante este ano letivo. A decisão surge na sequência da aprovação da medida pelo Parlamento durante a votação do Orçamento Suplementar.

Os pais que ainda não entregaram os livros podem ficar com eles e, no caso dos livros já entregues nas escolas, o Ministério da Educação sugere que as escolas devem fazer a devolução dos manuais “de acordo com as condições concretas de cada comunidade escolar”, segundo avançou o Público. A tutela estabeleceu um limite para a devolução dos manuais aos alunos, que deverá acontecer até ao início do próximo ano letivo – a começar entre os dias 14 e 17 de setembro. O ministério tutelado por Tiago Brandão Rodrigues aconselhou ainda os pais que já entregaram os livros para que os manuais fiquem sob a tutela da respetiva escola para que possam ser utilizados por outros alunos durante as primeiras semanas de aulas que serão de recuperação. 

Os encarregados de educação começaram a entregar os manuais no dia 26 de junho e o processo de recolha terminaria no dia 14 de julho. 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×