13/8/20
 
 
Recorde de infeções nos EUA depois de Trump dizer que covid-19 vai “desaparecer”

Recorde de infeções nos EUA depois de Trump dizer que covid-19 vai “desaparecer”

Hugo Geada 02/07/2020 19:50

Nas últimas 24 horas, foi registado um número recorde de mortes no país.

No mesmo dia que o Presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, afirma que a covid-19 vai “simplesmente desaparecer”, o país bateu, ontem, mais um recorde diário de novas infeções provocadas pelo novo coronavírus. Nas 24 horas entre terça e quarta-feira, foram registadas cerca de 50 mil casos.

Na terça-feira, os estados do Alasca, Arizona, California, Georgia, Idaho, Oklahoma, Carolina do Sul e Texas anunciaram que tinham registado um número máximo de infeções num único dia. 

Segundo o Covid Tracking Project, um projeto colaborativo, dirigido por voluntários, com o objetivo de rastrear os surto de covid-19 no país, disseram que a média de números de casos nos EUA por semana duplicou desde dia 13 de junho e que, desde dia 21 de abril, nunca se registaram tantas hospitalizações.

Em entrevista à Fox Business, o Presidente dos EUA insiste que a doença vai “desaparecer” e, por isso, se recusa propor uma estratégia para lidar com o aumento do número de casos nos estados do sul e oeste do país. “Acredito que estamos a ir muito bem com o coronavírus. Acho que, em algum momento, isto vai simplesmente desaparecer, espero”.

Depois destas afirmações, a porta-voz da Casa Branca, Kayleigh McEnany, apareceu com os “paninhos quentes”. “O presidente acredita que [o vírus] vai desaparecer e já criou uma equipe revolucionária de primeira classe que vai vencer a burocracia e criar uma vacina”, destacou. Especialistas em saúde do governo americano estimam que não haverá vacina até o início de 2021, e pediram aos americanos para respeitarem as normas de distanciamento e para usarem máscaras para evitar mais contágios.

Nesta semana, o principal epidemiologista do governo, Anthony Fauci, avisou que se não forem tomadas medidas, os EUA podem chegar a 100 mil casos diários de Covid-19, número muito acima dos 40 mil atuais.

Ainda na entrevista à Fox Business, Donald Trump disse que, agora, não tem problema em usar máscara. “Usei uma máscara e achei que me assentava bem. Gostei de me ver, parecia o Mascarilha [Lone Ranger]” Esta comparação foi recebida com gozo nas redes sociais, com vários utilizadores do Twitter a partilharem imagens da máscara do personagem Lone Ranger, que apenas tapa os olhos, e a dizer que esta seria pouco eficaz na prevenção do coronavírus.

Esta afirmação surge um mês depois de apesar do presidente dos EUA ter dito ao The Wall Street Journal que achava que as pessoas usavam máscara apenas para mostrar o seu desagrado em relação ao presidente, insistindo na sua ineficácia em tempo de pandemia.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×