15/7/20
 
 
Easyjet retoma esta quarta-feira maior parte da operação em Portugal

Easyjet retoma esta quarta-feira maior parte da operação em Portugal

Jornal i 01/07/2020 11:32

A Easyjet reinicia 51 das suas 64 rotas nos quatro principais aeroportos de Portugal (Lisboa, Porto, Faro e Funchal), ligando o país a França, Reino Unido, Suíça, Alemanha, Luxemburgo e Itália. Dois terços da tripulação da companhia aérea britânica de baixo custo (incluindo pilotos e pessoal de cabine) regressam ao trabalho.

A Easyjet retoma esta quarta-feira grande parte da sua operação a partir de Portugal – reiniciando 51 das suas 64 rotas nos quatro principais aeroportos de Portugal (Lisboa, Porto, Faro e Funchal) –, o que permite o regresso ao trabalho de dois terços da tripulação da companhia aérea britânica (incluindo pilotos e pessoal de cabine).

A Easyjet vai ligar Portugal a França, Reino Unido, Suíça, Alemanha, Luxemburgo e Itália. Embora seja previsível, este ano, uma menor frequência de voos em oferta, a companhia aérea de baixo custo prevê operar entre 80% a 92% das rotas que servem Portugal durante este verão.

Globalmente, a Easyjet planeia voar 50% das suas 1022 rotas em julho e 75% em agosto, embora com uma frequência mais baixa de voos equivalente a cerca de 30% da capacidade normal de julho a setembro.

José Lopes, diretor geral da Easyjet Portugal, afirma que "hoje [quarta-feira, dia 1 de julho] recuperamos 80% das nossas rotas e trazemos para junto dos nossos passageiros dois terços da nossa tripulação. Não podíamos estar mais satisfeitos pois vamos viajar para a maior parte das nossas rotas pela Europa, o que significa que os clientes ainda podem chegar ao destino escolhido para as férias de verão deste ano.

“Vamos ter rotas disponíveis nos quatro aeroportos portugueses para garantirmos que nestes tempos difíceis vamos continua a dar Portugal a conhecer ao mundo e a permitir aos Portugueses voarem em segurança e a preços acessíveis”, refere o responsável..

osé Lopes alerta, porém, que “este arranque será feito ainda num cenário de incerteza e por isso com menos frequências do que o habitual, apenas 30% da oferta normal. Continuaremos a monitorizar a evolução da procura e das restrições nos diversos mercados para irmos ajustando gradualmente a nossa oferta".

A Easyjet reiniciou os seus voos a 15 de junho, implementando uma série de medidas elaboradas em conjunto com as autoridades de aviação – a Agência Europeia para a Segurança da Aviação a (EASA na sigla em inglês) e a Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO na sigla em inglês) – e a nível nacional para ajudar a garantir a segurança e o bem-estar dos passageiros e da tripulação.

Estas medidas incluem a limpeza e desinfeção dos aviões e a exigência de que os passageiros e a tripulação usem máscaras. Os clientes poderão praticar o distanciamento social nos aeroportos, nos portões e durante o embarque. A bordo, e sempre que possível, a tripulação convidará os passageiros a distanciarem-se dos clientes que não pertencem ao mesmo grupo quando há lugares disponíveis.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×