15/7/20
 
 
José Cabrita Saraiva 23/06/2020
José Cabrita Saraiva
Opiniao

jose.c.saraiva@newsplex.pt

O palco onde todas as festas são possíveis

As pessoas estavam a sufocar, não por causa da covid, mas por causa do confinamento

A tendência para o aumento de casos de covid-19 na região de Lisboa e Vale do Tejo dificilmente pode constituir uma surpresa. Já se esperava que, a partir do momento em que as medidas começassem a ser relaxadas – e não podiam continuar apertadas para sempre, pois não? –, o vírus alastrasse nas zonas de maior densidade habitacional. Há, pois, que lidar com a situação com alguma naturalidade, sem exageros nem alarmismos. Seria errado, por exemplo, começar a tratar todo aquele que facilita um pouco ou incumpre uma regra como se fosse um perigoso assassino. As pessoas estavam a sufocar, não por causa da covid, mas por causa do confinamento, e ansiavam por sair, passear, comer fora, sentar-se numa esplanada, encontrar-se com amigos e familiares, etc., etc. Numa palavra: precisavam de respirar. 

Leia o artigo completo na edição impressa do jornal i. Agora também pode receber o jornal em casa ou subscrever a nossa assinatura digital.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×