9/5/21
 
 
PAN acusa Francisco Guerreiro de de ter seguido um “caminho de individualização do mandato”

PAN acusa Francisco Guerreiro de de ter seguido um “caminho de individualização do mandato”

Bruno Gonçalves Cristina Rita 16/06/2020 12:40

André Silva defende que eurodeputado devia ter cedido lugar em Bruxelas.

O porta-voz do PAN, André Silva, acusou esta terça-feira o eurodeputado Francisco Guerreiro de ter adotado uma postura de ausência de articulação com o PAN.

Para André Silva, o eurodeputado iniciou um “caminho de individualização do mandato” e que foram “várias as tentativas de diálogo” ao longo deste ano de mandato.

Francisco Guerreiro bateu com a porta, alegando “divergências políticas”. Mas mantém-se em Bruxelas a cumprir o mandato. André Silva considerou, contudo, que teria sido “correto” ceder o seu lugar. O PAN perde, assim, o seu único lugar no Parlamento Europeu.

Francisco Guerreiro considerou que o PAN se colou a esquerda, mas André Silva refutou esta tese, sustentando que o partido não tem um padrão político ligado mais à esquerda ou à direita.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×