24/9/20
 
 
PJ com reticências sobre nova tese no caso do desaparecimento de Maddie

PJ com reticências sobre nova tese no caso do desaparecimento de Maddie

Linha de investigação seguida pelas autoridades alemãs não é suficiente para que se possam excluir outros suspeitos, segundo a PJ. Interrogatórios a testemunhas continuam.

A Polícia Judiciária (PJ) continua a investigar a linha seguida pela Justiça alemã no caso do desaparecimento de Maddie e que aponta para Christian Bruckner, um alemão de 43 anos, atualmente preso naquele país por crimes de natureza sexual. Mas para os investigadores portugueses tudo o que as autoridades germânicas recolheram continua a não ser suficiente para que se possa excluir outras linhas de investigação e outros suspeitos. Aliás, ao que o SOL apurou, dentro da PJ é um dado adquirido que o que existe até ao momento é insuficiente para que se possa deduzir qualquer acusação.

Ainda assim, e no âmbito da colaboração com as congéneres alemãs, a PJ tem estado a fazer diversas diligências, sabe o SOL, nomeadamente em poços que existem próximo de uma casa em que Christian Bruckner habitou no sul de Portugal. O objetivo é perceber se existe alguma possibilidade de o corpo da menina ter sido ali depositado.

Leia aqui a notícia na íntegra.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×