4/12/20
 
 
José Paulo do Carmo 05/06/2020
José Paulo do Carmo

opiniao@newsplex.pt

A festa do povo voltou!

É extraordinária a forma como as pessoas funcionam em rebanho. Primeiro era tudo a pensar que iria acabar o mundo e correram abaixo-assinados a exigir que se fechasse o país, as fronteiras, as escolas e tudo e tudo. Passado um mês, depois de assistirmos ao famoso “aplanar da curva” (só a minha é que não há maneira de aplanar…), ouvi algumas das mesmas pessoas afirmarem com total convicção que isto não passou de um embuste, um exagero, um absurdo e tudo e tudo outra vez.

Como seria expetável findo o isolamento obrigatório, o povo saiu à rua. Para ajudar a esquecer e ultrapassar frustrações regressam também os grandes temas que fazem animar as gentes e as distraem do importante. Parece cada vez mais certo que, se voltar a acontecer semelhante drama, não cairemos na mesma esparrela taciturna que nos deixou assoberbados com tanta notícia sobre a covid. Será, por isso, mais do que certo que mesmo que o mundo pare, a receita implica que não voltará a faltar futebol nem que seja dentro de jaulas totalmente herméticas onde não entre ponta de vírus, e o pessoal andará tão distraído que bastarão uns pirezinhos de tremoços e umas águas de cevada para enganar a fome. Se a isto juntarmos o regresso do caso da Madeleine McCann, teremos animação suficiente para arrumar as enfadonhas conferências da DGS num horário parecido com os das televendas de antigamente.

É extraordinária a forma como as pessoas funcionam em rebanho. Primeiro era tudo a pensar que iria acabar o mundo e correram abaixo-assinados a exigir que se fechasse o país, as fronteiras, as escolas e tudo e tudo. Passado um mês, depois de assistirmos ao famoso “aplanar da curva” (só a minha é que não há maneira de aplanar…), ouvi algumas das mesmas pessoas afirmarem com total convicção que isto não passou de um embuste, um exagero, um absurdo e tudo e tudo outra vez. Que já existia informação suficiente para não terem permitido nada disto e, agora, o que vai ser da economia e dos empregos e das férias…! Ora vai tudo para um lado, ora vai tudo para o outro, sempre dispostos a marrar em tudo o que aparecer pelo caminho. Sábia gente que opina sobre tudo e mais um par de botas e tem fontes acima de qualquer suspeita. Um dia gostava de ser assim.

A verdade é que o futebol mostra uma vez mais que é a alegria do país. Não há nada que o bata, nem por sombras, e só um assassinato ou outro que leva o Correio da Manhã a entrevistar o primo, a tia, o cunhado e o cão, pondo invariavelmente os outros canais a correr atrás, lhe rouba algum tempo de antena. De resto, é sempre a aviar. Os programas de televisão com opinadores profissionais voltaram em força e com horários reforçados, e valha-nos que existem hoje em dia muitos canais, senão ficávamos reféns da rádio ou assistiríamos, provavelmente, a um novo boom ou, em bom português, uma explosão de novos bebés para entreter as famílias mais entediadas. Mas os principais artistas também já começaram a animar o espetáculo com declarações, polémicas e tricas. Sim, os principais artistas, os presidentes e os diretores de comunicação, ou achava que eram os jogadores? Não, esses só servem para jogar, não interessam muito para a questão…

Mas a malta também gosta de uma boa telenovela, sobretudo se for real. O Big Brother já está ultrapassado. Agora querem-se mesmo são dramas autêntico. Em breve, por um punhado de trocos se está a matar ou a raptar alguém ao vivo e a cores. Importante é que o circo não pare e que o povo continue a dançar. Ou melhor, dançar em conjunto continua a só ser possível se for uma claque a assistir a um jogo de futebol fora do estádio e se produzir uma festa altamente ilegal sem condições nenhumas de segurança e higiene, ou se for para juntar multidões em frente a bombas de gasolina e supermercados, porque abrir bares e discotecas com regras e fiscalizações para que alguém possa divertir-se civilizadamente, isso só lá para o ano, que os problemas agora são outros… Siga a festa que os Santos estão a chegar e o verão está aí à porta!


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×