10/7/20
 
 
OMS volta a estudar efeitos da hidroxicloroquina em doentes infetados com covid-19

OMS volta a estudar efeitos da hidroxicloroquina em doentes infetados com covid-19

AFP jornal i 03/06/2020 19:17

O ensaio foi interrompido depois de estudos científicos terem associado o uso do medicamento a uma maior taxa de letalidade. 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou, esta quarta-feira, que irá voltar a retomar os ensaios clínicos com hidroxicloroquina em doentes infetados com o novo coronavírus.

Este ensaio foi interrompido depois de estudos científicos terem associado o uso do medicamento a uma maior taxa de letalidade. Um estudo publicado na revista científica The Lancet deu conta de uma mortalidade mais elevada entre os pacientes aos quais tinha sido administrada hidroxicloroquina para o tratamento da doença.

O director-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, anunciou, esta quarta-feira, que o painel que analisa a segurança de medicamentos concluiu que "não há razão para alterar o protocolo dos ensaios clínicos solidários e recomendou que continuem em todas as vertentes".

Os ensaios clínicos com a hidroxicloroquina vão continuar nos 400 hospitais, em 35 países, num grupo de mais de 3.500 pacientes e os efeitos do medicamento vão continuar a ser controlados.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×