10/7/20
 
 
Número de novos casos está concentrado na Grande Lisboa e é o maior em quase um mês

Número de novos casos está concentrado na Grande Lisboa e é o maior em quase um mês

Jornal i 03/06/2020 15:23

Lisboa regista 92% dos 366 novos casos das últimas 24 horas. Foi também nesta região que se verificaram dez das onze mortes do balanço mais recente. Por outro lado, mas de vinte mil pessoas já recuperaram da doença.

Segundo o boletim da situação epidemiológica em Portugal, revelado esta quarta-feira pela DGS, já morreram 1.447 pessoas infetadas com o novo coronavírus, desde o início do surto no país, mais 11 óbitos face ao boletim de ontem. Sublinhe-se que dez destas mortes ocorreram na região de Lisboa, sendo que a outra ocorreu na norte. 

Nas últimas 24 horas foram confirmados mais 366 casos, um aumento substancial do registo diário que eleva o total de diagnósticos positivos para 32.895, que se traduz numa subida de 1,1%

O número de recuperados voltou a subir, passando de 19.869 para 20.079, mais 210 do que na atualização anterior.

Atualmente estão internados 428 doentes, menos quatro do que ontem. 56 encontram-se nos cuidados Intensivos, menos dois do que ontem.

A aguardar resultados laboratoriais estão 1.944 pessoas e as autoridades de saúde têm em vigilância 28.093 contactos. O boletim revela ainda que o total de casos suspeitos é agora de 331.094, dos quais 295.889 não se confirmaram.

Há oito concelhos com mais de mil infetados, sendo Lisboa o que regista maior número de casos positivos com 2.486, segue-se Vila Nova de Gaia com 1.580, Sintra (que é passa a ser o terceiro município com mais casos) com 1.400, Porto com 1.361, Matosinhos com 1.285, Braga com 1.228, Loures com 1.114 e Gondomar com 1.086.

A Área Metropolitana de Lisboa tem sido o foco das atenções das autoridades de saúde devido ao crescimento de contágios na região, destacam-se os concelhos da Amadora com 915 infetados confirmados, Odivelas com 602, Cascais com 593, Oeiras com 456 e Almada com 408.

Casos confirmados:

374 meninos e 350 meninas com menos de 10 anos;
522 rapazes e 618 raparigas entre os 10 e os 19 anos;
2.030 homens e 2.421 mulheres entre os 20 e 29 anos;
2.270 homens e 2.781 mulheres entre os 30 e 39 anos;
2.346 homens e 3.230 mulheres entre 40 e os 49 anos;
2.216 homens e 3.239 mulheres entre os 50 e os 59 anos;
1.677 homens e 1.923 mulheres entre os 60 e 69 anos;
1.256 homens e 1.393 mulheres entre os 70 e os 79;
1.500 homens e 3.115 mulheres casos com mais de 80 anos.
14.191 casos do sexo masculino e 19.070 do sexo feminino

Óbitos:

1 homem e 1 mulher entre os 20 e os 29 anos;
1 mulher entre os 30 e os 39 anos;
10 homens e 7 mulheres entre os 40 e os 49 anos
31 homens e 15 mulheres entre os 50 e os 59 anos;
85 homens e 43 mulheres entre os 60 e os 69 anos;
167 homens e 111 mulheres entre os 70 e os 79 anos;
418 homens e 557 mulheres com mais de 80 anos.
712 óbitos do sexo masculino e 735 do sexo feminino

Consulte o boletim na íntegra

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×