15/7/20
 
 
Alemanha. Os teimosos que desistiam e os felizes moços de Praga...

Alemanha. Os teimosos que desistiam e os felizes moços de Praga...

Afonso de Melo 01/06/2020 10:34

A primeira edição do campeão alemão disputou-se em 1903 e de uma forma muito confusa. O VfB Leipzig conquistou o título inicial a a taça Viktoria

O troféu que premiava o vencedor era uma obra de arte. Chamava-se Viktoria, uma mulher alada de prata maciça que tinha sido esculpida para entregar à Federação Alemã de futebol pela sua participação nos Jogos Olímpicos de 1900 mas acabou nas mãos de Riso, o capitão do VfB Leipzig, primeiro campeão da Alemanha em 1903.

É preciso dizer que a tarefa era de um gigantismo tremendo. A de organizar um campeonato alemão, claro. Cerca de 150 equipas foram consideradas aptas a participar. Pertenciam a 30 regiões do país e cada região deveria definir o seu representante na fase seguinte da competição através de um torneio que o legitimasse. Para tornar a matéria mais digna de confusão, a região de Praga, por exemplo, foi autorizada a participar. E este esquema iria manter-se até ao início do Regime Nazi.

Voltemos a 1903. Nesse ano houve, nitidamente, mais olhos do que barriga. Foram apurados os 30 clubes com direito a entrarem na fase final, mas todos os dias surgia uma desistência. Os motivos apresentados eram variados: a maior parte prendia-se com dificulde nas deslocações. De tal ordem que depois de 24 abandonos, a federação ficou com o trabalho muito simplificado: o campeão iria sair do grupo dos seis sobreviventes - Deutscher Fußball-Club Prag, representante de um grupo de judeus-alemães residentes na capital da Boémia, na altura parte do império Austro-Húngaro; o Britannia Berlim, que nasceu como clube de críquete e râguebi, campeão do Brandeburgo; o 1. Fußballclub Lokomotive Leipzig, campeão da Alemanha Central; o FC Altona 93, campeão a região de Hamburgo-Altona; Viktoria 96 Magdeburgo, campeão da região do mesmo nome; e o Karlsruhe FC, campeão do Sudeste Alemão. Todos entraram em liça nuns quartos-de-final muito especiais, já que apenas composto por três eliminatória, a partir do do dia 3 de Maio de 1903.

 

Leia o artigo completo na edição impressa do jornal i. Agora também pode receber o jornal em casa ou subscrever a nossa assinatura digital.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×