10/7/20
 
 
SIM denuncia demissão ‘indigna’ do diretor do serviço de ginecologia e obstetrícia do Garcia de Orta

SIM denuncia demissão ‘indigna’ do diretor do serviço de ginecologia e obstetrícia do Garcia de Orta

Jornal i 29/05/2020 18:36

Sindicato Independente dos Médicos avança ainda que os médicos destas especialidades ameaçam com demissão em bloco. 

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) anunciou esta sexta-feira que o diretor do serviço de ginecologia e obstetrícia do Hospital Garcia de Orta, em Almada, foi demitido pelo conselho de administração daquele hospital. Em comunicado, o SIM “solidariza-se com todos os médicos do Serviço de Ginecologia/Obstetrícia do Hospital Garcia de Orta (HGO) e com o seu Diretor, que foi demitido de forma indigna”. Os médicos deste serviço ameaçam agora demissão em bloco. 

Segundo o sindicato liderado pelo médico Jorge Roque da Cunha, esta demissão coloca em causa “a grande qualidade deste Serviço que, apesar do pequeno número de profissionais, tem feito um trabalho notável”. 

“Há fundamento? Nenhum”, lê-se no comunicado, que crítica ainda as decisões tomadas pelo conselho de administração do Hospital Garcia de Orta nos últimos tempos, “em particular do Bloco de Partos, comprometendo a segurança dos doentes”. O SIM denuncia ainda que a administração deste hospital “quer exigir que os médicos de Ginecologia/Obstetrícia trabalhem todos os dias para além do seu horário, assegurando consultas e atividade de forma despropositada”. 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×