10/7/20
 
 
Existem mais de 170 funcionários da Sonae na Azambuja infetados com covid-19

Existem mais de 170 funcionários da Sonae na Azambuja infetados com covid-19

jornal i 28/05/2020 20:00

Todos os colaboradores da empresa foram testados. 

Depois de terem sido confirmados vários casos do novo coronavírus no entreposto da Sonae na Azambuja, a empresa enviou um comunicado às redações em que esclareceu que a testagem em massa aos 833 colaboradores da empresa terminou esta quarta-feira e 175 funcionários testaram positivo ao vírus. Na granda maioria, as pessoas infetadas são assintomáticas ou tem sintomas ligeiros da doença e estão todos em isolamento domiciliário.

A empresa sublinha ainda que mal teve conhecimento do primeiro colaborador infetado todos os colaboradores foram testados visto a prioridade da SONAE ser  "a segurança de todos". Na nota, a empresa afirma ter assumido os respetivos custos da testagem em massa.

Na nota, a Sonae afirma ter procedido à testagem de diversos pontos de contacto do entreposto, por forma a identificar e despistar potenciais focos de contágio – maçanetas de portas, materiais diversos, balneários, áreas sociais, etc. "Todos os testes laboratoriais realizados comprovaram a não existência de qualquer foco de Coronavírus nestas instalações", pode ler-se. "Assim, e tal como a DGS já atestou por várias vezes em visitas ao local, reiteramos que o Centro de Distribuição da Azambuja, não é neste momento uma zona de risco, não é um foco de infeção e não é um foco de contágios", sublinham.

De acordo com a nota, a Sonae investiu mais de 20 milhões de euros em cerca de 80 medidas de prevenção para proteger os 800 colaboradores do entreposto. Algumas das medidas impostas pela Sonae foi o reforço do serviço de autocarros próprios, de modo a garantir um maior distanciamento social entre os colaboradores e também um reforço da higienização na empresa. Foi também implementado um programa de sensibilização sobre a covid-19, de modo a esclarecer as dúvidas dos funcionários e garantir que estes seguem as normas da DGS e todos os trabalhadores da empresa cuja função é possível estão a trabalhar a partir de casa. 

Os horários dos turnos foram desfasados para evitar concentrações de colaboradores nas entradas e saídas, a temperatura dos funcionários está a ser testada antes de darem entrada na empresa e foram disponibilizadas luvas e máscaras para todos os colaboradores. Também os funcionários da empresa que façam parte de grupos de risco (> 60 anos; grávidas,portadores de doenças crónicas e imunodeprimidos) ficam em casa preventivamente.

 

 

 

 

 

·

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×