12/7/20
 
 
Rússia. Acusação pede 18 anos de prisão para soldado norte-americano acusado de espionagem

Rússia. Acusação pede 18 anos de prisão para soldado norte-americano acusado de espionagem

AFP Jornal i 25/05/2020 15:51

O seu julgamento, que tem causado tensões entre Moscovo e Washington, levantou especulações sobre uma alegada troca de prisioneiros - foi um do os argumentos de encerramento da audiência.

Procuradores russos pediram uma pena de prisão de 18 anos esta segunda-feira a um soldado norte-americano acusado de espionagem, depois de um julgamento à porta fechada.

Paul Whelan, 50 anos, foi detido em Moscovo em Dezembro de 2018 por ter alegadamente recebido segredo de Estado. 

Whelan, no entanto, defende ter sido levado ao engano quando recebeu um pena USB de um conhecido, pensando que esta continha fotografias de férias.

O seu julgamento, que tem causado tensões entre Moscovo e Washington, levantou especulações sobre uma alegada troca de prisioneiros - foi um do os argumentos de encerramento da audiência.

O advogado de Whelan disse aos repórteres depois da sessão que a acusação pretende que o soldado norte-americano passes os 18 anos de prisão - perto da pena máxima de 20 anos - numa colónia penal.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×