25/9/20
 
 
I Liga. 90 jogos em 8 semanas e ação todos os dias: regresso da prova à porta

I Liga. 90 jogos em 8 semanas e ação todos os dias: regresso da prova à porta

Laura Ramires 20/05/2020 08:57

Sónia Carneiro, diretora executiva da Liga Portugal, revelou ontem alguns detalhes sobre o regresso do campeonato. Clubes já deram início aos treinos coletivos. FC Porto lidera prova, com um ponto de vantagem para o Benfica. Novas diretrizes vão ser conhecidas até ao final da semana.

Sem tempo a perder – é assim que a Liga portuguesa promete regressar, com calendário cheio entre 4 de junho e 26 de julho, data prevista para a realização da última das dez jornadas que faltam disputar.

Durante o dia de ontem, Sónia Carneiro, diretora executiva da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), levantou a ponta do véu sobre o reinício da temporada e prometeu que os “adeptos vão matar toda a fome de bola”, depois de um jejum de dois meses e meio.

A partir do próximo mês podem ser esperados jogos de “segunda a domingo”, num ritmo alucinante que pretende ver concluídos os últimos 90 jogos da i Liga da época 2019/20.

“Teremos futebol de segunda a domingo, exceto em alguns dias de julho em que não será possível. Os adeptos irão matar toda a fome de bola que tiveram durante estes dois meses e meio de confinamento”, disse, em declarações à Rádio Renascença.

Segundo revelou também a diretora executiva, neste momento está ainda a ser agilizado com os operadores o processo relativo aos horários de transmissão dos jogos. “Estamos a trabalhar com os operadores para otimizar horários e preencher o calendário o mais possível com o número máximo de dias com jogos. Vai haver alturas em que teremos jogos todos os dias. Os clubes estão a fazer um grande esforço nesse sentido e esse trabalho está a ser feito com os departamentos de futebol, para as equipas terem um período de descanso mínimo de três a quatro dias”, esclareceu.

Embora com um arranque moderado, de forma a evitar o risco de lesões dos jogadores neste retorno aos relvados, não há duvidas de que se avizinham oito semanas prometedoras – com o novo calendário conhecido nos próximos dias.

Novas diretrizes Até ao final desta semana são ainda esperadas novas diretrizes sobre o regresso do futebol profissional, como confirmou António Lacerda Sales, esta terça-feira, na conferência de imprensa diária de balanço da pandemia em Portugal.

O secretário de Estado da Saúde disse que a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) vai divulgar em breve a “sensibilidade da Direção-Geral da Saúde (DGS)” relativamente aos estádios para a retoma da prova.

Lacerda Sales explicou que foi pedida uma “memória descritiva dos diferentes estádios de futebol”, que já chegou à DGS, de modo a perceber quais são os recintos que cumprem as medidas de segurança anticovid-19 nesta nova fase.

Durante os últimos dias, recorde-se, têm sido feitas vistorias exaustivas aos estádios de nível 1 da i Liga, com o dia de ontem a ficar marcado pelas inspeções levadas a cabo nos recintos de Benfica, Boavista, Sporting de Braga, Gil Vicente, Marítimo, FC Porto, Sporting e Vitória de Guimarães.

Na segunda-feira, FPF e LPFP já tinham dado conta dos resultados das vistorias aos seis estádios de nível 2 e 3 candidatos a receber os últimos jogos do campeonato, casos dos recintos de Paços de Ferreira, Desportivo das Aves, Rio Ave, Tondela, Portimonense e Vitória de Setúbal.

De fora ficaram os campos do Santa Clara e do Belenenses SAD, que já informaram que, enquanto clube visitado, vão jogar na Cidade do Futebol, em Oeiras; do Famalicão, que vai receber os adversários em Barcelos; e do Moreirense.

Também por decidir está o campo para a final da Taça de Portugal, entre Benfica e FC Porto, já que o Estádio Nacional, palco tradicional desta prova desde 1982/83, não reúne as condições sanitárias e de higiene necessárias e obrigatórias para receber o evento. De norte a sul do país já há, de resto, vários candidatos a receber a prova-rainha do futebol português, nomeadamente o Estádio Algarve, o Estádio Municipal de Aveiro e o Estádio Cidade de Coimbra.

Treinos coletivos de volta Depois de o Benfica ter regressado aos treinos em grupo esta segunda-feira, ontem foi a vez de o Sporting, entre vários outros clubes da i Liga, darem início aos treinos coletivos. Também o FC Porto voltou a treinar esta terça-feira no Olival, depois de dois dias de folga.

Está, a partir daqui, oficialmente iniciada a contagem decrescente para o recomeço da temporada, cujo campeonato tem a equipa de Sérgio Conceição como atual líder, com um ponto de vantagem sobre o segundo classificado, Benfica.

Na 25.a jornada, os azuis-e-brancos visitam o Famalicão, enquanto os encarnados vão receber o Tondela.

Já o Sporting vai medir forças com o V. Guimarães naquele que será o segundo encontro de Rúben Amorim no comando técnico dos leões. Recorde-se que o campeonato foi suspenso em março, apenas alguns dias depois de o técnico ter feito a sua estreia no clube de Alvalade, com uma vitória caseira sobre o Aves.

O conjunto leonino está neste momento em quarto lugar, a quatro pontos do pódio, em que o terceiro posto está entregue ao Sp. Braga, antiga equipa de Amorim.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×