3/7/20
 
 
Praias. Governo dá luz verde para mergulhos no mar

Praias. Governo dá luz verde para mergulhos no mar

Rita Pereira Carvalho 20/05/2020 08:12

A resolução do Conselho de Ministros publicada esta segunda-feira deu autorização para deslocações a parques, marginais e praias, “mesmo que para banhos”.

A partir desta segunda-feira passou a ser possível ir até à praia e dar um mergulho no mar. Até agora, só era permitida a entrada no mar para a prática de desporto, mas a resolução do Conselho de Ministros publicada esta segunda-feira dá luz verde também aos que não vão praticar qualquer desporto. Assim, passaram a ser possíveis “deslocações para efeitos de fruição de momentos ao ar livre, designadamente em parques, nas marginais, em calçadões, nas praias, mesmo que para banhos, ou similares”, lê-se na resolução.

A época balnear começa apenas no próximo dia 6 de junho, altura em que irá aumentar a vigilância nas praias quer pelos nadadores-salvadores, quer pelos elementos da Polícia Marítima. Até ao início da época balnear é pedido o distanciamento social e indicado, segundo a mesma resolução, o “dever cívico de recolhimento”.

Área para isolamento de casos suspeitos De acordo com o manual que define as linhas orientadoras da época balnear, todas as praias devem ter uma área destinada ao isolamento em situação de caso suspeito de covid-19. Além disso, “os postos de primeiros socorros devem estar dotados com termómetros e equipamento de proteção individual”, lê-se no manual elaborado pela Agência Portuguesa do Ambiente em conjunto com a tutela.

Os casos suspeitos devem ser encaminhados para a área de isolamento e o responsável pela gestão do posto de primeiros socorros deve interditar “a aproximação de qualquer outra pessoa até à chegada da equipa de emergência médica”.

As zonas de estacionamento vão merecer especial atenção por parte das autoridades e serão fiscalizadas. O objetivo é que os banhistas não estacionem os veículos em áreas que não são adequadas, para evitar ajuntamentos. “Deve ser incrementada a ação policial para autuar e rebocar viaturas estacionadas de forma irregular”, refere o manual, acrescentando que caso os espaços formais para estacionamento não existam, “compete às autarquias proceder ao ordenamento do espaço de estacionamento”.

App sobre lotação das praias A aplicação chama-se SandSpace e foi criada pelos alunos do curso profissional de Programação da Escola Secundária Serafim Leite, em São João da Madeira, distrito de Aveiro. Em quatro dias, os jovens criaram uma plataforma que permite saber a lotação de 580 praias e que estará disponível de forma gratuita. Depois de descarregada nos dispositivos móveis, serão os utilizadores da aplicação a indicar se os areais das praias onde estão se encontram com muita ou pouca gente. O objetivo é que apareça um gráfico para cada praia com o indicador verde, que significa que estão poucas pessoas, o indicador amarelo ou o indicador vermelho, significando este que a praia está lotada.

Além desta aplicação, que vai permitir saber se a praia está lotada ou não mesmo antes de sair de casa, junto aos areais vão estar cartazes ou bandeiras – verde, amarelo ou vermelho, com as mesmas indicações em tempo real.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×