6/6/20
 
 
MARL. Inovação na limpeza e segurança em tempos de pandemia

MARL. Inovação na limpeza e segurança em tempos de pandemia

Oficina i 08/05/2020 20:52

De forma a garantir a higiene do seu espaço, o MARL limpou as suas naves industriais com um drone. Foi a primeira vez que esta experiência aconteceu em Portugal.

Numa iniciativa inédita em Portugal, o MARL (Mercado Abastecedor da Região de Lisboa), de forma a fazer frente à pandemia originada pela covid-19, para além do reforço das operações de limpeza e higienização, foi o primeiro grupo nacional a ser incluído numa experiência-piloto que introduziu a limpeza das naves industriais e espaço exterior através de drone.

Paralelamente, introduziu regras de distanciamento, novos controlos de entrada no espaço, distribuição de máscaras e viseiras aos seus funcionários e colaboradores, e abriu a venda destes produtos aos seus operadores. De forma a apoiar os seus operadores, o MARL incrementou uma parceria com uma plataforma eletrónica, mercachefe.pt, para a sua abertura às empresas que atuam no seu espaço e, do mesmo modo, para promover a entrega ao consumidor final e nos seus domicílios de todo o tipo de produtos.

“As condições logísticas e de acessibilidade que o MARL presta aos seus operadores e compradores fazem parte de uma das mais-valias da empresa, a par dos espaços adaptados às atividades e dimensão, sem esquecer os serviços de apoio”, disse Rui Paulo, presidente da SIMAB (Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores), um dos diversos grupos que se encontram instalados no MARL. “A diversidade das empresas no MARL e as acessibilidades garantem o acesso direto a produtos frescos e de qualidade”, acrescentou.

Todos os dias, o MARL recebe no seu interior entre 6 mil e 20 mil pessoas e funciona 24 horas por dia, tornando-se fundamental garantir a segurança destes funcionários. “Em relação ao futuro, vamos continuar a apoiar os nossos operadores e a garantir, bem como reforçar, a qualidade dos serviços prestados não só a nível de segurança como também de limpeza, bem como no desenvolvimento das parcerias para que os nossos operadores vejam os seus negócios aumentarem não só a nível nacional como internacional”, explicou o presidente da SIMAB, que garantiu ainda que, apesar da “situação que o nosso país vive”, a empresa vai “continuar o diálogo com os operadores para ultrapassar possíveis problemas que surjam”.

O MARL tem como acionistas a Câmara Municipal de Lisboa, a Câmara Municipal de Loures, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e a SIMAB, integrando também o seu grupo empresarial, e é responsável pelo abastecimento de quase 4 milhões de pessoas da Grande Lisboa. Em adição, já é considerado um dos principais pontos do país na criação de riqueza e de negócio para os empresários.

No total, o MARL ocupa uma área superior a 100 campos de futebol, tendo no seu interior perto de 1000 empresas, que empregam diretamente cerca de 6 mil pessoas.

Essas empresas operam nos ramos das frutas, legumes, pescado, logística, transportes, mercearias secas, flores, venda automóvel e até brinquedos, entre outros.

Vendem para as grandes cadeias de supermercados, mercados municipais, hotéis e restaurantes, mercearias e lojas de bairro ou mesmo para centros comerciais, cruzeiros e companhias de aviação.

Coexistem ainda no MARL pequenas empresas com grandes empresas que produzem, importam e exportam, nacionais e multinacionais. Entre muitas das empresas que aqui têm algumas das suas bases é possível destacar os CTT Expresso, a Science4You, a Torrestir ou a Petit Forrestier.

Para além das empresas acima referidas, o MARL possui ainda a maior central fotovoltaica da Europa em meio urbano, já disponibiliza aos operadores dois postos de carregamento elétrico e é visitado regularmente por responsáveis estrangeiros que querem copiar o modelo português.

O MARL existe desde 2000 e tem neste momento uma taxa de ocupação superior a 95%.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×