10/7/20
 
 
Portugal tem a quarta fatura mais cara de luz e gás da UE

Portugal tem a quarta fatura mais cara de luz e gás da UE

Jornal i 07/05/2020 11:51

As conclusões do gabinete estatístico têm como base os preços praticados no segundo semestre de 2019 e incluem a fórmula de paridade de poder de compra (usada para “eliminar diferenças gerais de níveis de preços entre países”).

Portugal tem a quarta fatura mais cara de eletricidade e gás da União Europeia (EU) para consumo doméstico, segundo divulgou esta quinta-feira o Eurostat. As conclusões do gabinete estatístico têm como base os preços praticados no segundo semestre de 2019 e incluem a fórmula de paridade de poder de compra (usada para “eliminar diferenças gerais de níveis de preços entre países”).

O relatório refere que os portugueses foram os que mais pagaram pela eletricidade consumida a seguir à Roménia, Alemanha e Espanha.

As famílias portuguesas pagaram, em média, 21,8 euros por cada 100 kWh de eletricidade, no segundo semestre de 2019, um valor acima da média de 21,6 euros da UE. Os impostos pesaram 49% na fatura dos portugueses.

Em média, os preços da luz mais elevados foram registados na Dinamarca (29,2 euros por 100 kWh), Alemanha (28,7 euros) e Bélgica (28,6 euros), com a média europeia muito abaixo desses valores, a rondar os 21,6 euros. Pelo contrário, a eletricidade é mais barata na Bulgária (9,6 euros por 100kWh), Hungria (11 euros) e Lituânia (12,5 euros). Finlândia, Luxemburgo, Malta, França, Suécia, Estónia, Hungria e Holanda são os países onde a fatura menos pesa no orçamento familiar.

Quanto ao gás, o peso da fatura a pagar em Portugal situa-se, em média, nos 9,3 euros e é apenas superada por Espanha (11,2 euros), Suécia (9,9) e Itália (9,5). Os preços mais baixos da UE registaram-se no Luxemburgo (3,5), Letónia (5), Bélgica (5,2) e Alemanha (5,5).

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×