24/1/21
 
 
México prolonga medidas de contenção até 30 de maio

México prolonga medidas de contenção até 30 de maio

Jornal i 21/04/2020 18:01

O Governo do México anunciou hoje o início da "fase 3 da pandemia do novo coronavírus" assinalada por um aumento dos contágios de covid-19 e que deverá implicar a extensão das medidas de distanciamento social até 30 de maio.

"Hoje [dia 21 de abril] pretendemos iniciar a fase 3 da epidemia de covid-19, recordando que estamos numa fase de rápido aumento e onde se acumulam uma grande quantidade de contágios", anunciou em conferência de imprensa Hugo López-Gatell, subsecretário de Estado para a Promoção e prevenção da saúde.

De acordo com o mais recente relatório das autoridades de saúde, o México regista 8.772 casos e 712 mortes.

No entanto, o Governo mexicano, que não está a promover testes alargados à população, calcula que o número de doentes no país pode ser oito vezes superior ao registado.

Ao abordar a "fase 3" da pandemia, López-Gatell afirmou que deve ser mantido o Dia Nacional de Distância Saudável, como são designadas no México as medidas de distanciamento social, para que os contágios "sejam o mínimo possível".

O Governo mexicano ordenou a interrupção das atividades económicas não essenciais até 30 de abril e exortou a população a permanecer em casa, apesar de a quarentena são ser obrigatória para não agravar a situação da população que vive abaixo da linha de pobreza nacional, e que afeta pelo menos 50 milhões dos 128 milhões de habitantes do país.

Na terça-feira López-Gatell revelou que o Conselho de Salubridade Geral formalizará o prolongamento destas medidas até 30 de maio, como foi anunciado na passada semana.

"[Esta decisão] permite que os contágios se reduzam substancialmente e agora é o momento mais importante para que sejam reduzidos, quando existe um aumento diário em número de contágios e hospitalizações", salientou o subsecretário de Estado.

O governante garantiu que se estas medidas não tivessem sido aplicadas durante o mês de abril o país assistiria a "um cenário devastador", e assegurou que a progressão da doença se verificou tal como tinha sido previsto.

López-Gatell axplicou que a pandemia está presente em todo o país, mas com grande concentração nas zonas urbanas e fraco contágio nos municípios rurais.

Nesse sentido, assegurou que os municípios que consigam manter uma baixa taxa de covid-19 poderão abolir as medidas de distanciamento social em 17 de maio.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×