12/7/20
 
 
Empresa italiana diz ter solução para garantir idas à praia este ano

Empresa italiana diz ter solução para garantir idas à praia este ano

jornal i 18/04/2020 15:19

"A ideia nasce com o objetivo duplo de proteger mas também permitir a retoma da atividade", afirmou o dono da empresa Claudio Ferrari.

António Costa declarou, numa entrevista ao Expresso, que as idas às praias vão ter de ser realizadas com "algumas restrições" durante este verão devido ao novo coronavírus. E outros dirigentes também decidiram mostrar a sua posição em relação à época balnear este ano. 

 A Delegada Regional de Saúde do Algarve, Ana Paula Guerreiro, já disse que as pessoas se devem começar a mentalizar que é "natural que existam algumas restrições" este ano e o presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Silva Gouveia, disse que este ano "não teremos época balnear nos moldes dos anos anteriores" na Madeira, em declarações à agência Lusa. 

No entanto, já começaram a surgir soluções a nível internacional para tentar colmatar esta situação. Para que se possa continuar a cumprir o distanciamento social para evitar a propagação da covid-19, que já infetou mais de 2 milhões de pessoas em todo o mundo, a empresa italiana Nuova Neon propôs que sejam instaladas caixas transparentes de plexiglas (material acrílico transparente) e alumínio no areal, de modo a criar setores privados e impedir o contacto das pessoas. 

"A ideia nasce com o objetivo duplo de proteger mas também permitir a retoma da atividade", afirmou o dono da empresa Claudio Ferrari ao jornal La Republica. Os cubículos terão no máximo 4,5 metros de comprimento e poderão abrir no máximo 2 espreguiçadeiras e um chapéu de sol. Entre dois chapéus, será mantida uma distância de pelo menos três metros. 

Também a Associação de Empresários de Praia da Costa del Sol, em Espanha,  já começou a pensar em soluções para que a população possa ir à praia, como retirar as redes e os guarda-chuvas do areal e implementar um sistema digital para evitar que as cartas dos bares da praia passe de mão em mão entre os clientes. 

O dirigente da associação, Manuel Villafaina, afirma que "a segurança será uma prioridade para o setor" e garante que irá seguir todas as medidas das autoridades de saúde. 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×