25/10/20
 
 
Governo pondera avançar para a nacionalização da Efacec

Governo pondera avançar para a nacionalização da Efacec

Jornal i 17/04/2020 20:34

A Efacec atravessa graves problemas de tesouraria, agravados, sobretudo, após o surgimento do caso Luanda Leaks, que envolve a empresária angolana Isabel dos Santos, que detém 67,2% da empresa.

O Governo está a ponderar nacionalizar a Efacec. A notícia é avançada esta sexta-feira pela TVI, que garante ser esta uma das soluções em cima da mesa para a empresa depois de, há dias, o primeiro-ministro António Costa ter admitido a possibilidade de o Governo avançar para a nacionalização de empresas consideradas estratégicas para o país – onde também se inclui a TAP.

Recorde-se que a Efacec – empresa de soluções de engenharia na área da energia –, atravessa graves problemas de tesouraria, agravados, sobretudo, após o surgimento do caso Luanda Leaks, que envolve a empresária angolana Isabel dos Santos, acionista maioritária da empresa. A filha do ex-presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, tem uma participação na Efacec de 67%, que, entretanto, também foi arrestada pela Justiça portuguesa no âmbito da investigação às acusações de alegados atos de corrupção, desvio de fundos e branqueamento de capitais.

Perante a ausência de interessados, várias soluções têm sido adiantadas para Efacec, empresa que conta com cerca de 2600 trabalhadores. Além da nacionalização, tem também sido avançada a possibilidade de os bancos credores da empresa – onde se contam Caixa Geral de Depósitos, Novo Banco, EuroBic, banco Montepio e BCP – avançarem para uma conversão de créditos em capital social da Efacec.

Dada a situação difícil que a Efacec atualmente, agravada pela situação decorrente da pandemia de covid-19, deverá surgir, muito em breve, um desfecho para o destino imediato da empresa.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×