3/7/20
 
 
Governo quer conter vírus nas comunidades ciganas

Governo quer conter vírus nas comunidades ciganas

Bruno Gonçalves Carlos Diogo Santos 12/04/2020 21:47

Foram tomadas medidas já em Moura, no bairro Espadanal, e em Beja, bairro das Pedreiras.

O Governo desenvolveu um conjunto de iniciativas de apoio às populações ciganas em articulação com o Alto Comissariado para as Migrações (ACM), a Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS), e as Câmaras Municipais de Moura e Beja. 

A decisão foi tomada depois de terem sido detetados 33 casos de pessoas infetadas no Bairro Espadanal, em Moura. 

"No seguimento da realização de testes de despiste ao COVID-19 no Bairro Espadanal, no concelho de Moura, foram detetados 33 casos positivos de COVID-19", começa por referir a secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade, adiantando que "de imediato, o ACM contactou a autarquia bem como outros intervenientes locais – como os mediadores interculturais e o pastor da Igreja Evangélica que serve a população".

O Governo salienta que após isso "autarquia procedeu à desinfestação do bairro, sensibilizando a população para o mesmo; em articulação com a ARS Alentejo e as Forças de Segurança, decidiu-se manter as famílias em casa, garantindo resposta às necessidades prementes: alimentação, medicação, receituários e cuidados de saúde; a autarquia colocou um novo reservatório de acesso para a população, ainda que as habitações tenham água canalizada; [e] de forma a garantir que a população permanece no bairro, as forças de segurança estão presentes nas zonas de acesso ao mesmo".

"Com vista à prevenção, também foram tomadas medidas no Bairro das Pedreiras, no concelho de Beja, cuja autarquia havia já promovido em março uma limpeza profunda em colaboração com a população cigana", esclareceu ainda a secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×