5/6/20
 
 
Covid-19. Portway avança para layoff simplificado

Covid-19. Portway avança para layoff simplificado

Jornal i 07/04/2020 00:00

A empresa adianta que 69% dos trabalhadores vão ter os seus contratos suspenso, enquanto os restantes 31% vão ter uma redução do período normal de trabalho, continuando a assegurar os serviços mínimos.

A Portway, empresa dedicada à prestação de serviços de assistência em escala (handling de passageiros, bagagens e mercadoria) e serviços aeroportuários, anunciou esta segunda-feira que vai avançar para o layoff simplificado, que vai abranger os 1744 trabalhadores da empresa

Em comunicado, a Portway adianta que 69% dos trabalhadores vão ter os seus contratos suspenso, enquanto os restantes 31% vão ter uma redução do período normal de trabalho (equivalente a 20% da jornada), continuando a assegurar os serviços mínimos definidos pelos clientes e pela ANA Aeroportos.

Esta medida será implementada pelo prazo de um mês, com possível renovação até um total de três meses, permitindo, segundo a empresa, “assegurar a solvabilidade financeira e liquidez da companhia até ao final do ano, com vista a manter os postos de trabalho e a expectativa de recuperação da empresa e da economia”.

A decisão da Portway vai ao encontro das tomadas pelas restantes empresas do setor da aviação, na sequência da suspensão de praticamente toda a atividade de transporte aéreo devido à pandemia de covid-19.

No comunicado, a empresa esclarece que “não se vão realizar 95% dos 4830 movimentos” previstos para este mês de abril e nos aeroportos de Faro e Funchal a operação será apenas “residual”. “Ainda assim, a Portway irá manter os serviços mínimos em todos os aeroportos, com particular ênfase nos serviços de carga que asseguram os abastecimentos críticos, em particular de equipamentos médicos e de proteção”, lê-se na nota.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×