5/12/20
 
 
Prisão preventiva para as duas jovens suspeitas de homicídio de um rapaz no Algarve

Prisão preventiva para as duas jovens suspeitas de homicídio de um rapaz no Algarve

Jornal i 06/04/2020 15:48

Ficaram em prisão preventiva as duas jovens suspeitas da morte e esquartejamento de um rapaz, de 21 anos

O tribunal de Portimão decretou prisão preventiva para as duas jovens suspeitas da morte de Diogo Gonçalves, de 21 anos, no Algarve.

As arguidas, de 19 e 23 anos, foram presentes a tribunal na sexta-feira, tendo sido aplicada a ambas a medida de coação mais gravosa.

O jovem, técnico informático, foi asfixiado até à morte e o corpo foi encontrado desmembrado em diferentes localizações da região algarvia.

As duas suspeitas, que mantinham uma relação amorosa, terão traçado um plano para seduzi-lo e roubar os cerca de 70 mil euros de indemnização que o jovem recebera pela morte da mãe, num atropelamento e fuga, em 2016.

De acordo com o Ministério Público (MP), "há suspeitas" de uma das arguidas "conhecer a vítima", um engenheiro informático de 21 anos, "e de ter sabido que aquela tinha recebido uma quantia de algumas dezenas de milhares de euros". 

Como tal, terá sido  "com o propósito de ficarem com esse dinheiro para si" que "terão ambas ido a casa da vítima, situada na área de Silves, onde lhe terão dado disfarçadamente fármacos para a adormecerem e lhe terão apertado o pescoço até a matarem", no passado dia 20 de março.

No dia seguinte, a 21 de março, as suspeitas terão desmembrado "o cadáver da vítima", guardando-o "em vários sacos de lixo", que nos dias seguintes "atiraram por uma arriba, em Sagres e esconderam na vegetação, em Tavira".

As duas jovens suspeitas foram detidas pela PJ no último dia 2 de abril.

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×