5/6/20
 
 
Bill Withers morreu e levou consigo a luz do Sol

Bill Withers morreu e levou consigo a luz do Sol

Hugo Geada 03/04/2020 15:53

O homem responsável por cantar Ain't No Sunshine morreu aos 81 anos de idade. Segundo a família, a causa da morte foram complicações cardíacas.

Dono de uma voz poderosa e autor de músicas como Ain’t No Sunshine, Lean On Me e Lovely Day, o cantor e compositor Bill Withers morreu esta sexta-feira, dia 3 de abril, aos 81 anos de idade.

A causa da morte terá envolvido uma série de complicações de doenças cardíacas. Em declaração oficial, a sua família escreveu: "Estamos devastados com a perda do nosso adorado e devoto marido e pai. Um homem de solidariedade com um coração orientado para criar ligação com o mundo, com a sua poesia e música, falava honestamente com as pessoas e ligava-as entre si", podia ler-se no comunicado assinado pela sua mulher, Marcia Johnson, e os seus dois filhos, Todd e Kori. 

"Com uma vida extremamente privada perto da família próxima e amigos, a sua música pertence ao mundo para sempre. Nesse período difícil, rezamos para que sua música leve conforto e entretenimento à medida que fãs ficam ao lado das pessoas amadas".

Apesar do curto período de tempo em que esteve ativo na música, entre 1970 e 1985, o músico causou um forte impacto na indústria. Duas das suas músicas foram incluídas na lista de 500 melhores músicas de sempre da revista de música, Rolling Stone, nomeadamente, Lean On Me, tocado nas cerimónias de posse dos presidentes dos Estados Unidos da América, Barack Obama e Bill Clinton, e a icónica Ain’t No Sunshine, que valeu ao artista o (primeiro de três) Grammys, em 1971, ano em que a música foi lançada.

A inspirição para a música surgiu após o músico ter visto o filme Days of Wine and Roses (1962). "Eles eram os dois alcóoliscos que eram alternadamente fracos e fortes", explicou referindo-se às personagens interpretadas por Lee Remick e Jack Lemmon. "Às vezes sentimos falta de coisas que não eram particularmente boas para nós. Isto foi algo que me passou pela mente quando estava a ver o filme e, provavelmente, algo que já me aconteceu na vida e que nem me tenha apercebido". 

Quando Bill Withers escreveu a faixa que o catapultou para a fama, o músico trabalhava numa fábrica a fazer assentos para sanitas de aviões Boeing 747. "Eu era um operário fabril que andava por aí ", disse Withers." Quando me davam conselhos [musicias] e diziam para deixas as músicas assim, eu deixava-as".

Esta faixa foi alvo de centenas de covers, desde Michael Jackson, a Paul McCartney, a Justin Timberlake, aos Maroon 5, ou pela banda de metal Black Metal Society. A influência da música também chegou ao hip-hop, uma vez que Ain’t No Sunshine foi samplada para faixas de Ghostface Killah, Nutmeg, e de 2pac, Soulja's Story.

O músico foi incluído no Hall of Fame de Rock and Roll em 2015.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×