5/6/20
 
 
Dois terços das 30 mil mortes por covid-19 foram na Europa

Dois terços das 30 mil mortes por covid-19 foram na Europa

AFP Jornal i 28/03/2020 21:17

Já morreram mais de 30 mil pessoas de covid-19 em todo o mundo, mais de dois terços dos óbitos foram registados na Europa.

O país mais afetado em termos de mortalidade continua a ser Itália que já ultrapassou as dez mil mortes (10023), segue-se Espanha com 5812 vítimas mortais, só depois surge a China, onde foi detetada a doença pela primeira vez no final do ano passado.

A última atualização dos países que inspiram maior preocupação chegou de França, onde morreram 319 pessoas nas últimas 24 horas, elevando o total de óbitos para 2134. O número de casos confirmados de covid-19 é de 37575.

Horas antes, tinha sido Itália a atualizar os dados, tendo ultrapassado a barreira dos 10 mil mortos, com o registo de 889 óbitos nas últimas 24 horas. País tem mais de 90 mil diagnósticos confirmados.

A Alemanha conta com 48582 casos confirmados, dos quais 325 pessoas morreram, um número de óbitos inferior ao da maioria dos países com dezenas de milhares de infetados.

O Reino Unido passou, este sábado, a barreira dos mil mortos, tendo morrido 260 pessoas nas últimas 24 horas, aumentando o número de vítimas mortais para os 1019.

Os números de Espanha continuam ser dos mais preocupantes, dos 72248 infetados confirmados, morreram 5690, 832 dos quais nas últimas 24 horas.

Apesar de a Europa ser palco de dois terços do número total de mortes associadas à covid-19, é para os EUA que as autoridades de saúde internacionais se começam a voltar, devido ao ritmo de propagação do vírus, espelhado pelo um aumento galopantes dos números, em especial dos casos confirmados.

Os EUA são hoje o país com maior número de diagnósticos positivos, tendo sido o único a ultrapassar a barreira dos 100 mil casos. Aliás a última atualização revelou que já mais de 120 mil pessoas infetadas em território norte-americano. No entanto, o número de óbitos, tendo em conta a quantidade de doentes, é relativamente baixo, havendo registo de 1993 mortes, 297 das quais nas últimas 24 horas.

Em Portugal, há 5170 pessoas com diagnóstico confirmado, das quais 100 morreram.  

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×