4/7/20
 
 
Plano de ação contra a violência na Saúde de norte a sul do país

Plano de ação contra a violência na Saúde de norte a sul do país

Raquel Wise Jornal i 02/03/2020 09:55

Iniciativa criada pelo Ministério da Saúde tem como objetivo promover a segurança no setor. Entrou ontem em consulta pública.
 

O Ministério da Saúde criou o Plano de Ação para a Prevenção da Violência no Setor da Saúde (PAPVSS) - que entrou ontem em consulta pública e estará até 28 de março - com o objetivo de promover “ambientes organizacionais” mais seguros, diminuindo a violência no setor. “Este plano pretende dar continuidade e robustecer o trabalho já avançado neste domínio através de orientações e normativos da Direção-Geral da Saúde, alargando e reforçando algumas experiências e projetos que já são aplicados ao nível regional e local”, pode ler-se numa nota do Serviço Nacional de Saúde (SNS). 

Estão previstas várias ações em todo o país, durante as quais vão ser analisados vários fatores, nomeadamente a redução da mortalidade e o aumento da esperança de vida saudável, mediante a prevenção da violência interpessoal. Além disso, vão também ser dadas respostas a “compromissos assumidos a nível internacional e nacional em matéria de saúde e segurança. “O plano prevê vários níveis de ação - nacional, regional e local - e funciona em paralelo com o Gabinete de Segurança a funcionar no Ministério da Saúde”, lê-se.

Os casos de violência em hospitais têm aumentado em Portugal. Um estudo publicado no início do ano na Acta Médica Portuguesa, recorde-se, explicou como combater a violência no setor, recomendando a criação de programas de saúde ocupacional bem como a integração de medidas e estratégias para melhorar a segurança no trabalho. Segundo o estudo, “longos tempos de espera” são a principal causa do “desrespeito”. 

Para evitar estes mesmos incidentes, o estudo indicou que é necessário haver mais agentes de segurança e também mais profissionais, com o objetivo de haver uma maior interação entre quem atende os utentes e os familiares dos mesmos. “Esse desconhecimento acrescenta e piora os sentimentos de insegurança”, lê-se no estudo publicado.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×