25/11/20
 
 
Liga Europa. Sp. Braga falha oitavos-de-final. Quadro fica completo hoje

Liga Europa. Sp. Braga falha oitavos-de-final. Quadro fica completo hoje

AFP Laura Ramires 27/02/2020 10:18

Benfica, FC Porto e Sporting entram em ação. Leões espreitam oitavos; águias e dragões precisam de dar a volta à eliminatória.

O desperdício dos minhotos na Escócia foi uma fatura paga apenas ontem, e da pior maneira. Depois de ter estado a vencer por 2-0 em Glasgow, o Sp. Braga permitiu a reviravolta do Rangers (3-2), que chegou à Pedreira em vantagem nestes 16-avos-de-final da Liga Europa. Ainda assim, para os guerreiros de Rúben Amorim, o apuramento para os oitavos-de- -final parecia ser um destino acessível. Em Braga, Matheus foi o principal responsável por manter o sonho vivo, sobretudo quando defendeu uma grande penalidade em cima do intervalo. O guardião brasileiro oferecia, assim, uma espécie de segunda vida na prova aos arsenalistas que, com o marcador intacto, continuavam a precisar de marcar um golo para seguirem em frente. Já na segunda metade foi Kent, ao minuto 61, a acabar com as esperanças bracarenses. O avançado de 23 anos assinou o único golo do encontro, resolvendo a eliminatória, que terminou com um 4-2 no conjunto das duas mãos. Amorim averbou a segunda derrota no comando arsenalista, naquele que foi o 12.o jogo que disputou. Por sua vez, a equipa de Steven Gerrard foi a primeira a garantir bilhete para a próxima fase da competição, que vê amanhã FC Porto, Benfica e Sporting lutarem por uma vaga nos oitavos. Recorde-se que só os leões estão na frente da eliminatória, depois da vitória caseira, por 3-1, ante o Basaksehir. Por não ter o estatuto de cabeça-de-série, o conjunto verde-e-branco joga a segunda mão fora, em Istambul, na Turquia.

Já o FC Porto e o Benfica recebem hoje o Bayer Leverkusen e o Shakhtar Donetsk de Luís Castro, respetivamente, depois de ambos terem saído derrotados por 2-1.

Os encarnados regressaram na última segunda-feira às vitórias após uma série de quatro jogos sem vencerem. O triunfo em Barcelos, perante o Gil Vicente, permitiu à equipa de Bruno Lage voltar a assumir a liderança do campeonato, que esteve provisoriamente entregue ao FC Porto, agora no segundo lugar na tabela, a apenas um ponto das águias.

 

United e Roma em vantagem

Além das equipas portuguesas, há muito mais para ver nesta tarde e noite europeia que vai definir o quadro dos oitavos-de-final. Por essa razão, além dos confrontos em Istambul, na Luz e no Dragão, destaque para outros campos, caso de Inglaterra. Em Old Trafford, o Manchester United vai receber o Club Brugge depois do empate a uma bola na Bélgica. Bruno Fernandes é o protagonista do momento nos red devils, embora o médio português até tenha começado a aventura europeia pelo emblema de Manchester no banco – foi lançado, recorde-se, nos últimos dez minutos do jogo. Porém, hoje, a situação promete ser diferente. Ontem, na antevisão deste duelo, Ole Gunnar Solskjaer voltou a falar do antigo jogador do Sporting, a quem não poupa elogios. Bruno foi eleito homem do jogo nos três jogos que fez pelo United na Liga inglesa, prova em que soma um golo e duas assistências.

Em solo belga, quem vai entrar em ação é a Roma de Paulo Fonseca. O conjunto italiano defronta o Gent depois da vitória por 1-0 em solo italiano.

 

Lobos com oitavos reservados Já em Espanha, uma referência para o jogo entre o Espanyol e o Wolverhampton de Nuno Espírito Santo. A equipa mais portuguesa de Inglaterra já tem bilhete rumo aos oitavos no bolso, depois do 4-0 aplicado na última semana. Nos lobos, Diogo Jota tem sido o nome mais temido. O português fez um hat-trick no jogo da primeira mão e entretanto bisou na receção ao Norwich, a contar para o campeonato. Imparável, com cinco remates e cinco golos nos últimos dois jogos, disputados em quatro dias, o United já pensa em comprar o passe do avançado no próximo mercado de verão. Recorde-se que ainda antes, Jota já tinha feito três golos na prova europeia, na fase de grupos, ante o Besiktas, naquele que foi o hat-trick mais rápido de sempre na história da prova. De notar, aliás, que o ex-jogador do FC Porto integrou uma lista restrita de jogadores que marcaram dois hat-tricks na mesma época numa prova internacional. Em Portugal, só Cristiano Ronaldo, claro, e Manuel Fernandes, pelo Lokomotiv, tinham conseguido o feito.

Missão bem mais espinhosa do que o Wolverhampton vai ter o Olympiacos, do treinador português Pedro Martins.

Os gregos, que contam ainda com os portugueses José Sá, Rúben Semedo e Cafú, enfrentam o Arsenal, no Emirates, depois da derrota caseira por 1-0. Lacazette fez o único golo da eliminatória.

 

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×