29/10/20
 
 
Vitalino Canas responde a críticas e diz que não será "porta-voz de nenhum partido político"

Vitalino Canas responde a críticas e diz que não será "porta-voz de nenhum partido político"

jornal i 27/02/2020 08:18

“Eu não queria deixar aqui afirmações demasiado tumultuantes, demasiado bombásticas, mas eu andei 40 anos a preparar-me para ser juiz do Tribunal Constitucional"

Parlamento Vitalino Canas garante que, se for eleito para o Tribunal Constitucional, não será “porta-voz de ninguém, de nenhum partido político”. O ex-deputado socialista foi ontem ouvido no Parlamento e respondeu às críticas de que tem sido alvo. O nome indicado pelo PS está longe de ser consensual por ser uma figura ligada ao mundo dos negócios e próxima de José Sócrates. 

Preparado  “Eu não queria deixar aqui afirmações demasiado tumultuantes, demasiado bombásticas, mas eu andei 40 anos a preparar-me para ser juiz do Tribunal Constitucional. E ser juiz do Tribunal Constitucional é um bocadinho diferente do que exercer funções políticas”, afirmou Vitalino Canas na Comissão de Assuntos Constitucionais. 

Críticas do BE e PSD  A votação dos dois novos juízes do Tribunal Constitucional está prevista para sexta-feira. OPSD já revelou que os seus deputados “não estão confortáveis com o nome da Vitalino Canas, proposto pelo Partido Socialista”. Sem o apoio do PSD, o ex-deputado socialista não será eleito. Mesmo dentro do PSo nome do ex-porta-voz do partido não é consensual. O Bloco de Esquerda foi o primeiro a criticar esta escolha e considera que Vitalino Canas “será a voz da precariedade no Tribunal Constitucional”. 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×