5/4/20
 
 
Inglaterra. Bruno endiabrado encanta Manchester United

Inglaterra. Bruno endiabrado encanta Manchester United

AFP Laura Ramires 19/02/2020 21:32

Médio voltou a ser eleito pelos adeptos do Manchester United o melhor jogador em campo. Treinador e imprensa inglesa rendidos ao internacional português – “classe superior [nas bolas] paradas” em destaque na vitória dos red devils ante o Chelsea, em Stamford Bridge.

Bruno Fernandes torna-se a cada dia um nome mais conhecido em Inglaterra – e ainda mais familiar por Manchester. Na noite desta segunda-feira, em Stamford Bridge, o Manchester United venceu (2-0) o Chelsea, na jornada 26 da Liga inglesa, com o internacional português em destaque. No seu segundo jogo com a camisola dos red devils, o médio foi novamente eleito pelos seus adeptos o melhor jogador em campo – tal como já havia acontecido, aliás, na sua estreia, no empate sem golos na receção ao Wolverhampton de Nuno Espírito Santo, partida em que o luso foi o patrão da sua equipa com cinco remates à baliza de Rui Patrício, números que o tornaram o jogador mais rematador. O ex-médio do Sporting voltou, de resto, a fazer aquilo que por cá já tinha habituado os adeptos de Alvalade e do desporto-rei: jogador de campo inteiro, Bruno Fernandes faz-se a cada lance como se fosse o último do encontro. Para o português, cada jogada é obrigatoriamente uma oportunidade de golo, seja a partir da defesa ou nas bolas paradas. Foi, de resto, neste segundo parâmetro que fez as delícias do seu treinador, adeptos e imprensa inglesa. Depois de uma estreia convincente, Bruno fez a assistência que resultou no segundo golo do United. Após canto cobrado pelo médio que se transferiu no último mercado para a Liga inglesa por 55 milhões de euros, Maguire fechou o 2-0 final no terreno dos blues de Frank Lampard. Para além da participação direta no segundo golo da partida, o antigo leão deu ainda que falar num lance em que atirou ao poste, após execução de livre direto a 25 metros da baliza à guarda de Caballero.

Jogador de topo Novamente titular nos red devils, o atacante acabou por ser substituído já em tempo de compensação (92’), dando lugar ao compatriota Diogo Dalot. Fora de campo, os elogios não tardaram. Ole Gunnar Solskjaer, treinador do United, parece não ter dúvidas: na marcação de bolas paradas, Bruno Fernandes é “dos melhores jogadores que já vi”. Mais do que isso: para o técnico norueguês, o médio é “um jogador de topo” que quer “sempre ter a bola”.

Também a imprensa desportiva inglesa não ficou indiferente à exibição do internacional português, sublinhando que o médio criativo pode ser a peça-chave para desbloquear este United.

Por enquanto, com o triunfo, os red devils passam a somar 38 pontos e aproximam-se dos lugares europeus – neste momento, o quinto lugar na tabela, último a dar acesso às provas europeias, é ocupado pelo Tottenham, que contabiliza 40 pontos. Já o Chelsea mantém o quarto lugar, com apenas mais um ponto que os spurs de Mourinho. De resto, o imbatível Liverpool, de Jürgen Klopp, segue a liderar tranquilamente a competição, com impressionantes 76 pontos.

Cérebro mais rápido do que outros Recorde-se que Bruno Fernandes foi oficialmente apresentado como novo reforço do Manchester United a 30 de janeiro de 2020. Entrou em campo logo de seguida, a 1 de fevereiro, no jogo com os wolves. Entretanto, o United aproveitou a pausa na Premier League para fazer uma semana e meia de estágio em Marbella, Espanha, antes do duelo com o Chelsea. O médio parece ter aproveitado da melhor maneira estes dias, uma vez que está cada vez mais integrado na equipa. Antes da partida em Stamford Bridge, Solskjaer já tinha comentado o rendimento e a postura do novo membro do plantel. “É um futebolista muito, muito bom, e o seu cérebro é obviamente mais rápido do que muitos outros. Tem imensas qualidades a que vamos ter de nos habituar. Vamos habituar-nos a ele e ele a nós, a qualidade e alcance dos seus passes, as assistências, os movimentos que faz. Estou muito satisfeito por vê-lo aqui a desfrutar”, afirmou em relação a Bruno Fernandes. Mas não ficou por aqui: “Ele treina e treina e treina, por isso, a forma física e o entusiasmo dele são brilhantes. É complicado arrastá-lo dos treinos”.

Com 12 jornadas até ao final da Liga inglesa, o principal objetivo da equipa de Manchester passa por alcançar a zona europeia na tabela classificativa. O Watford é o próximo desafio no que diz respeito a este campo, mas pelo meio há nova prova de fogo, desta feita a contar para a Liga Europa.

O United defronta na quinta-feira o Club Brugge, na Bélgica, na primeira mão dos 16-avos-de-final da Liga Europa – com o segundo encontro desta fase da competição agendado para o próximo dia 27 deste mês, em Old Trafford.

Os red devils chegaram a este patamar depois de terem vencido o Grupo L da segunda prova mais importante da UEFA, que integrava ainda AZ Alkmaar, Partizan e Astana, segundo, terceiro e quarto classificados, respetivamente.

Os 16-avos-de-final da Liga Europa contam também com a presença de quatro equipas portuguesas: Sporting, Benfica, FC Porto e Sp. Braga.

“É um jogador de topo, quer sempre ter a bola [...] Na marcação de bolas paradas é mesmo top, um dos melhores que já vi”

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×