1/4/20
 
 
Nissan. Faltam incentivos à mobilidade elétrica para veículos comerciais

Nissan. Faltam incentivos à mobilidade elétrica para veículos comerciais

Jornal i 19/02/2020 18:12

Em Portugal, a marca registou uma quota de mercado de 4,2% entre os meses de abril e dezembro de 2019.

O diretor-geral da Nissan em Portugal garantiu esta quarta-feira faltarem incentivos à mobilidade elétrica para veículos comerciais. No entanto, António Melica garantiu estar confiante no crescimento deste mercado no país.

Em declarações à agência Lusa, o responsável mostrou-se insatisfeito pelo facto de não ser claro o “impulso” no que diz respeito aos veículos comerciais uma vez que já existe para os de passageiros.

“É necessária uma mudança de mentalidades quer por parte das empresas quer por parte das autarquias”, disse. E acrescentou: “As empresas devem considerar a mudança seriamente, fazer as contas, olhar para os números, porque as vantagens são enormes a todos os níveis”, defendeu António Melica.

À margem do Fórum da Mobilidade Inteligente, o responsável defendeu ainda que a Nissan está “entusiasmada” no que diz respeito aos veículos de passageiros e comerciais uma vez que “continuam a aumentar”. “Temos que fazer uma mudança, aumentar os benefícios”, considera.

Segundo o responsável, a marca em Portugal registou uma quota de mercado de 4,2% entre os meses de abril e dezembro de 2019, alcançando uma venda de cerca de nove mil unidades. 16% desse valor corresponde a veículos elétricos.

“Fechamos janeiro com 5,4% de quota, um crescimento enorme face ao ano anterior. Estamos numa fase de crescimento, com uma aposta forte nos veículos elétricos”, garantiu António Melica à Lusa.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×