19/9/20
 
 
Caso Marega. APCVD abre processo para "averiguar responsabilidades"

Caso Marega. APCVD abre processo para "averiguar responsabilidades"

AFP jornal i 17/02/2020 22:56

Em “mais de meio milhar de processos concluídos decidiu-se pela aplicação da medida de interdição de acesso a recinto desportivo a quase uma centena de adeptos".

A Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto (APCVD) instaurou um processo contraordenacional devido à situação que ocorreu com o futebolista maliano do FC Porto, Marega, que foi alvo de cânticos racistas no jogo contra o Guimarães, este domingo.

 “A Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto instaurou um processo contraordenacional na sequência da situação registada este domingo, no jogo entre o Vitória Sport Clube e o Futebol Clube do Porto, em Guimarães. Assim, no âmbito das suas competências, a APCVD irá determinar responsabilidades que estejam em causa, tendo em conta os insultos e discriminação racial de que foi alvo o jogador Moussa Marega”, pode ler-se no comunicado.

A APCVD sublinha ainda que no ano de 2019 “registou 15 processos contraordenacionais, dos quais resultaram, até ao momento, a aplicação de três interdições de acesso a recinto desportivo”. Em “mais de meio milhar de processos concluídos decidiu-se pela aplicação da medida de interdição de acesso a recinto desportivo a quase uma centena de adeptos”, destacam na nota.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×