4/12/20
 
 
TAP diz que "não compreende razões da suspensão dos voos para a Venezuela"

TAP diz que "não compreende razões da suspensão dos voos para a Venezuela"

Sónia Peres Pinto 17/02/2020 19:29

A decisão foi anunciada, esta segunda-feira, pelo ministro dos Transportes venezuelano.

 

A TAP - Transportadora Aérea Portuguesa garantiu ao SOL que não compreende as razões da suspensão dos voos para a Venezuela por 90 dias.

“A TAP não compreende as razões desta suspensão da operação para a Venezuela por 90 dias, uma vez que cumpre todos os requisitos legais e de segurança exigidos pelas autoridades de ambos os países. Trata-se de uma medida gravosa que prejudica os nossos passageiros, não tendo a companhia sequer tido hipótese de exercer o contraditório.”, disse fonte oficial da companhia aérea ao SOL.  

“Devido às graves irregularidades cometidas no voo TP173 e em conformidade com os regulamentos nacionais da aviação civil, as operações da companhia aérea TAP no nosso território são suspensas por 90 dias, como medida de precaução para proteger a segurança da Venezuela", anunciou o ministro dos Transportes venezuelano, Hipólito Abreu, na rede social Twitter.

Recorde-se que o Governo de Maduro acusou a TAP de "violar padrões internacionais" e de transportar explosivos, no voo de terça-feira, onde seguiam Juan Guaidó e o tio.

Segundo as autoridades internacionais a companhia aérea portuguesa ocultou a identidade de Juan Guaidó, líder da oposição, da lista de passageiros do voo para Caracas. Além disso, de acordo com as mesmas, o tio de Guaidó transportou consigo "lanternas de bolso táticas" com "substâncias químicas explosivas no compartimento da bateria" durante o voo. 

Ler Mais

TAP

Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×