8/4/20
 
 
Óscares. Pela primeira vez em 92 anos um filme não falado em inglês ganhou o prémio da noite

Óscares. Pela primeira vez em 92 anos um filme não falado em inglês ganhou o prémio da noite

Jornal i 10/02/2020 08:10

Filme sul coreano ganhou melhor filme e também melhor filme internacional.

Fez-se história na grande noite de Hollywood, pela primeira vez, em 92 anos dos prémios, um título não falado em inglês ganha o Óscar de Melhor Filme.

O sul coreano Parasitas foi o grande vencedor da cerimónia dos Óscares, levando para a casa o prémio de melhor filme, melhor filme internacional, realização e Argumento Original.

Já nos prémios de representação, melhores atores e atrizes não houve surpresas e ganharam aqueles que atravessaram a passadeira vermelha calçando os sapatos dos favoritos.

Na categoria de atores secundários, Brad Pitt levou para casa a estatueta por Era Uma Vez em Hollywood e Laura Dern por Marriage Story. No papel principal, Joachin Phoenix ganhou com Joker e  Renée Zellweger com Judy.

Melhor filme:

"Parasitas" - Kwak Sin Ae e Bong Joon Ho

Melhor realização:

"Parasitas" - Bong Joon Ho

Melhor ator:

Joaquin Phoenix - "Joker"

Melhor ator secundário:

Brad Pitt - "Era Uma Vez em... Hollywood"

Melhor atriz:

Renée Zellweger - "Judy"

Melhor atriz secundária:

Laura Dern - "Marriage Story"

Melhor fotografia:

"1917" - Roger Deakins

Melhor argumento adaptado:

"Jojo Rabbit" - Taika Waititi

Melhor argumento original:

"Parasitas" - Bong Joon Ho & Han Jin Won

Melhor filme internacional:

"Parasitas" - Bong Joon Ho (Coreia do Sul)

Melhor filme de animação:

"Toy Story 4" - Josh Cooley, Mark Nielsen e Jonas Rivera

Melhor curta-metragem de animação:

"Hair Love" - Matthew A. Cherry e Karen Rupert Toliver

Melhor documentário:

"American Factory" - Steven Bognar, Julia Reichert e Jeff Reichert

Melhor documentário em curta-metragem:

"Learning to Skateboard in a Warzone (If You're a Girl)" - Carol Dysinger e Elena Andreicheva

Melhor curta-metragem:

"The Neighbors' Window" - Marshall Curry

Melhor cenografia:

"Era Uma Vez... em Hollywood" - Barbara Ling e Nancy Haigh

Melhor montagem:

"Le Mans '66: O Duelo" - Michael McCusker e Andrew Buckland

Melhor caracterização:

"Bombshell - O Escândalo" - Kazu Hiro, Anne Morgan e Vivian Baker

Melhor guarda-roupa:

"Mulherzinhas" - Jacqueline Durran

Melhor banda sonora original:

"Joker" - Hildur Guðnadóttir

Melhor canção:

"(I'm Gonna) Love Me Again", de "Rocketman", Elton John e Bernie Taupin

Melhor montagem de som:

"Le Mans '66: O Duelo" - Donald Sylvester

Melhor mistura de som:

"1917" - Mark Taylor e Stuart Wilson

Melhores efeitos visuais:

"1917" - Guillaume Rocheron, Greg Butler e Dominic Tuohy

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×