24/9/20
 
 
IPST pede reforço de dádivas de sangue devido a carências nos grupos de sangue A e 0

IPST pede reforço de dádivas de sangue devido a carências nos grupos de sangue A e 0

jornal i 08/02/2020 12:25

Segundo a presidente do Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST), Maria Antónia Escoval, "as reservas continuam a não fazer face às necessidades" do Instituto, pode ler-se no comunicado.

O IPST lançou um comunicado, este sábado, onde alertam para a carências nos grupos de sangue A e 0 e pedem que ocorra um reforço de dádivas de sangue "não só da parte dos dadores regulares" mas de "todos os que cumpram os critérios para dádiva de sangue".

Segundo a presidente do Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST), Maria Antónia Escoval, "as reservas continuam a não fazer face às necessidades" do Instituto, pode ler-se no comunicado.

Nesta época, a par do habitual decréscimo do número de dádivas, decorrente das baixas temperaturas e de casos de gripe, tem ocorrido um acréscimo da necessidade de sangue, sobretudo nos grupos A e 0, os grupos sangíneos da maioria dos portugueses. 

"A dádiva de sangue é um gesto simples e indolor e sem contraindicações para um adulto saudável", afirma o IPST. Para ser dador de sangue é preciso ter entre 18 e 65 anos, ter peso igual ou superior a 50 kg e ter hábitos de vida saudável.
 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×