27/5/20
 
 
Lendas, ícones e promessas no cartaz do NOS Primavera Sound 2020
Tyler, the Creator

Lendas, ícones e promessas no cartaz do NOS Primavera Sound 2020

Tyler, the Creator DR Hugo Geada 04/02/2020 12:17

Foi anunciado o cartaz do NOS Primavera Sound, no Porto. Os cabeças de cartaz do festival são Tyler, The Creator, Lana Del Rey, Pavement, Beck, Bad Bunny e King Krule. O festival acontece no Parque da Cidade de 11 a 13 de Junho.

Foi divulgado o cartaz da mais recente edição do festival NOS Primavera Sound, no Porto, que, na sua nona edição, prima por um conjunto vasto e eclético de estilos musicais. 

Um dos maiores nomes atuais do hip-hop e da música, Tyler, The Creator, que, em janeiro, viu o seu mais recente álbum Igor, a vencer o Grammy de melhor álbum de hip-hop do ano, e um dos maiores nomes de sempre da música alternativa, Beck, que no ano passado lançou o seu 14º álbum, Hyperspace , vão ser os grandes destaques deste dia. A inglesa FKA twigs, ainda a apresentar o seu aclamado segundo álbum, MAGDALENE, Cigarettes After Sex, Kim Gordon, ex-Sonic Youth, vem pela primeira vez a Portugal em nome próprio sobre o signo de No Home Record, o seu primeiro álbum a solo, os DIIV, que também vão atuar em Portugal em março, dia 19 no Porto, no Hard Club, e 20, em Lisboa, no LAV - Lisboa Ao Vivo, Little Simz, Sampa The Great, Caroline Polachek, os ingleses black midi, uma das mais promissoras novas bandas inglesas, o brasileiro Arnaldo Antunes são alguns dos nomes que vão marcar presença neste dia.

A liderar o segundo dia, Lana del Rey está de regresso a Portugal, depois de no ano passado ter estado no Super Bock Super Rock, e vem com o seu aclamado novo álbum Norman Fucking Rockwell, e o porto-riquenho Bad Bunny, que também estará este ano no festival MEO Sudoeste. Anda há para ver neste dia algumas das maiores promessas da música global, seja a bela Weyes Blood, autora de um dos mais interessantes álbuns de 2019, Titanic Rising, Earl Sweatshirt, um dos príncipes do hip-hop moderno, o pop queer e solto da brasileira Pabllo Vittar, a artista jamaicana Koffee, os melancólicos Rolling Blackouts Coastal Fever, o pop poético de Maggie Rogers, os espanhóis C. Tangana, ou o techno de C. Tangana. Não esquecer da banda de culto do início dos anos 2000, os renascidos Chromatics (cujo vocalista, Johnny Jewel irá também actuar neste dia com o seu projecto Desire), e Jehnny Beth, na primeira encarnação sem a companhia da sua banda Savages.

No último dia do festival, os lendários Pavement de Stephen Malkmus vão se reunir pela primeira vez em dez anos para um dos únicos dois concertos de reunião a nível mundial (o outro vai acontecer no Primavera de Barcelona) e King Krule uma referência na nova geração de músicos vão ser os cabeças de cartaz do derradeiro dia do Primavera. Este último dia, com um pouco mais de rock, vai contar com os Dinosaur Jr., um dos grupos mais influentes e importantes do rock alternativo, os campeões do pós-hardcore Jawbox, os Shellac do icónico produtor Steve Albini, uma presença constante em todas as edições do festival, e os riffs tântricos de OM do baixista e vocalista Al Cisneros dos Sleep. Opções diferentes para ver neste dia são ainda, o experimentalista incansável Mura Masa, o soul e funk psicadélico dos Khruangbin, a nova diva latina urbana Paloma Mami, Jamila Woods, a estrela internacional Bad Gyal que na sua música mistura dancehall, trap, e reggaetón, a artista japonesa e inglesa Rina Sawayama ou o padrinho do trap Yung Beef.

O cartaz está ainda carregado de grandes e promissores nomes da música alternativa portuguesa. No primeiro dia David Bruno, autor de Miramar Confidencial, Throes + The Shine, que vão participar no Festival da Canção, e as sonoridades eletrónicas dos Holy Nothing. No segundo dia o belíssimo projeto de Bruno Pernadas, Norberto Lobo e Marco Franco, Montanhas Azuis, vai marcar presença no Parque da Cidade, assim como a DJ Mvria. O fenómeno que mistura trap e hip-hop à música popular portuguesa Chico da Tina e DJ Firmeza, uma grande promessa da música eletrónica portuguesa, são os destaques portugueses no último dia do certame.

O NOS Primavera Sound, no Porto, acontece entre os dias 11 a 13 de Junho, no Parque da Cidade e os passes gerais estão disponíveis por 120€ nos locais habituais.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×