31/10/20
 
 
Reino Unido. Governo de Johnson recusa alinhar com as regras europeias

Reino Unido. Governo de Johnson recusa alinhar com as regras europeias

Jeff Overs / AFP João Campos Rodrigues 02/02/2020 20:54

Bruxelas exige condições de concorrência e padrões de qualidade iguais como base de um acordo. “Não está em cima da mesa”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico.

Com a saída do Reino Unido da União Europeia formalizada, Londres e Bruxelas preparam-se para as duras negociações quanto à sua futura relação. Começou a contagem decrescente até ao fim dos 11 meses de período de transição, durante o qual tudo se manterá mais ou menos na mesma. Entretanto, em entrevista à BBC, o ministro britânico dos Negócios Estrangeiros, Dominic Raab, prometeu que o Reino Unido vai negociar “num espírito de boa vontade”, mas já deixou claro que alinhar com as regras comerciais de UE - como exigido por esta - “não está em cima da mesa”.

“No que toca a negociações, marcar linhas vermelhas de forma tão rígida torna chegar a um acordo mais difícil”, avisou no mesmo canal, minutos depois, o primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar. Londres quer um acordo de livre comércio semelhante ao do Canadá com a UE, com zero tarifas e quotas na maioria dos produtos. Contudo, “o Canadá não é o Reino Unido”, lembrou Varadkar. “Partilhamos mares e espaço aéreo, e as nossas economias estão muito integradas”, explicou o primeiro-ministro irlandês.

À semelhança de muitos outros líderes europeus, Varadkar exige ao Reino Unido que futuras disputas sejam resolvidas pelos tribunais europeus, bem como igualdade nas condições de concorrência como base de qualquer acordo - ou seja, regras comuns em áreas como o ambiente, higiene alimentar, direitos laborais ou subsídios estatais, impedindo a circulação de produtos com qualidade inferior ou que as empresas de um dos lados fiquem em desvantagem. A abordagem comum da UE tem de ser acertada entre os agora 27 Estados-membros - algo que não deverá ocorrer antes de finais de fevereiro -, mas é esperado que a posição irlandesa tenha peso.

É que as reticências europeias não são só geográficas. Apesar de o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, recusar esse cenário, teme-se que Londres baixe os padrões acima mencionados para obter o prometido acordo comercial com Washington, cujos standards são, no geral, mais baixos que os europeus.

Já Raab defendeu que a declaração política entre o Reino Unido e a UE, que acompanhou o acordo de saída, não implica um alinhamento legal comum - algo que “frustraria o objetivo do Brexit”, garantiu. “Esperamos ser tratados da mesma maneira que países terceiros são”, declarou o ministro britânico, dando como exemplos o Japão, Coreia do Sul e o Canadá. Mas há uma condicionante importante: o acordo comercial entre Ottawa e Bruxelas demorou sete anos a ser concluído, e o Governo britânico tem 11 meses para concretizar o seu, caso pretenda evitar uma saída não negociada. 

 

Separação Enquanto líderes europeus e britânicos se preparam para o confronto que aí vem,  de ambos os lados do canal da Mancha tenta-se processar a separação. “Está a partir o meu coração”, escreveu no Guardian o autor John le Carré, conhecido pelos seus romances de espionagem. No mais recente, Agent Running in the Field, de outubro de 2019, menciona-se que o personagem principal, Nat, um agente veterano do M16, passa boa parte do seu tempo a beber com amigos, enquanto se queixam quanto o Brexit.

Já Boris Johnson brindou ao triunfo com um Chateau Margaux vintage de 1994 - considerado um dos melhores tintos do mundo - que abriu na noite de despedida, esta sexta-feira. A garrafa foi-lhe deixada no testamento de um eurocético conservador, com instruções para não se embriagar com ela até o Reino Unido sair da UE, avançou o tablóide Daily Mail.

“Está feito e arrumado, não pode ser feito nada quanto ao assunto”, disse à AFP Kevin Cunliffe, um britânico reformado de 76 anos, no alpendre da sua casa, perto de Alicante, no sul de Espanha - lar de cerca de cinco mil outros britânicos.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×