26/2/20
 
 
Ana Gomes diz que Costa “jamais permitirá” a sua candidatura

Ana Gomes diz que Costa “jamais permitirá” a sua candidatura

Bruno Gonçalves Luís Claro 24/01/2020 09:11

Secretário-geral do PS recusa comentar possibilidade de a ex-eurodeputada avançar contra Marcelo Rebelo de Sousa. 

“Não se incomode com isso porque o primeiro-ministro, António Costa, jamais o permitirá”. Foi assim que Ana Gomes, em entrevista à RTP 3, respondeu à possibilidade de se candidatar à Presidência da República. A hipótese de a ex-eurodeputada avançar contra Marcelo Rebelo de Sousa daqui a um ano foi defendida por Francisco Assis, mas conta também com o apoio de outros socialistas que querem que o PS possa apoiar um candidato próprio nas eleições presidenciais. 

Ana Gomes tem dito que está mais inclinada para outros combates, mas voltou a defender que o PS deve apoiar um candidato próprio. “É um espaço de debate que deve ser aproveitado, até para valorizar o papel do Presidente da República. Acho que este tema, da corrupção, tem de estar em debate neste quadro. O meu partido, o PS, tem a obrigação de apoiar um candidato”, disse a ex-eurodeputada socialista, que deixou a política ativa nas últimas eleições europeias, há quase um ano. 

A candidatura de Ana Gomes foi lançada por Francisco Assis numa altura em que a corrupção está a dominar a atualidade. O socialista disse, na Rádio Renascença, que a ex-eurodeputada tem ganho “um prestígio enorme” nos últimos anos e “não há personalidade em melhores condições para ser candidata à Presidência da República”. 

Daniel Adrião, dirigente socialista, e Ricardo Gonçalves, ex-deputado do PS, também já defenderam a candidatura. “É a única personalidade da área do Partido Socialista e da esquerda democrática capaz de dar luta a Marcelo Rebelo de Sousa”, disse ao i Daniel Adrião. 

António Costa foi confrontado com a posição assumida por vários socialistas em defesa da candidatura de Ana Gomes, mas preferiu não comentar. “São comentários que eu não faço”, disse. Fernando Medina, do secretariado nacional do PS, também considerou que ainda é cedo para falar sobre as eleições presidenciais. 

O atual Presidente da República também não quis comentar. Marcelo Rebelo de Sousa disse, há uns dias, que só decidirá se vai recandidatar-se a um segundo mandato no final do ano. O mais certo é anunciar essa decisão durante o mês de outubro. 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×