26/2/20
 
 
Tribunal condena a 16 anos de prisão condutor que matou irmã de Yannick Djaló

Tribunal condena a 16 anos de prisão condutor que matou irmã de Yannick Djaló

Instagram Jornal i 21/01/2020 11:07

Além da morte de Açucena Patrícia, Abel Fragoso foi considerado culpado de 11 tentativas de homicídio.

O tribunal de Almada condenou, esta terça-feira, o autor do atropelamento mortal de Açucena Patrícia, irmã do jogador Yannick Djaló, a 16 anos de prisão.

Abel Fragoso foi condenado por um crime de condução perigosa, um de homicídio qualificado, na morte de Açucena Patrícia, e 11 de tentativa de homicídio, relacionados com as pessoas que atingiu com a sua viatura nas Festas da Moita em 2018.

O coletivo de juízes considerou que o arguido se sentiu humilhado, pelas agressões que sofreu momentos antes, e que terá sido esse o motivo do atropelamento.

"Para lavar a sua honra, acabou por ceifar a vida de uma jovem de 17 anos que tinha um futuro promissor pela frente e apenas estava a divertir-se com os seus amigos", referiu a juíza, presidente do coletivo, citada pelo Jornal de Notícias.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×