6/4/20
 
 
FMI. Previsões para economia mundial e zona euro em baixa

FMI. Previsões para economia mundial e zona euro em baixa

Jornal i 20/01/2020 19:31

World Economic Outlook aponta um crescimento mundial de 3,3% e de 1,3% para a zona euro, abaixo das estimativas do último relatório. 

O Fundo Monetário Internacional (FMI) reviu em baixa as previsões de crescimento da economia mundial para 2020. O documento divulgado aponta para um crescimento de 3,3%, que fica aquém da anterior previsão de 3,4%. Segundo o relatório, esta descida reflete principalmente a descida das previsões da economia da Índia (de 7% para 4,8%). Ainda assim, a previsão para 2020 é superior aos 2,9% estimados para no último relatório de 2019.

No que diz respeito às previsões para a zona euro, para este ano, o fundo faz também uma revisão em baixa para 1,3%.

No texto que acompanha o relatório, Gita Gopinath, economista-chefe do FMI, garante que apesar de existirem “sinais de estabilização, as perspetivas mundiais mantêm-se débeis e não há sinais claros de um ponto de viragem”.

Aliás, o FMI destaca, no entanto, que há sinais de que o crescimento mundial poderá estabilizar, “ainda que em níveis moderados”. “Se o acordo da ‘fase 1’ for durável, deverá reduzir o impacto negativo acumulado no PIB mundial por parte das tensões comerciais de 0,8% para 0,5% no final de 2020”, destacou ainda Gita Gopinath.

O fundo não deixa de referir que caso o presidente americano, Donald Trump, avance para uma guerra comercial com a União Europeia, “os riscos geopolíticos e o descontentamento social poderão inverter as boas condições financeiras, expor as vulnerabilidades financeiras e perturbar seriamente o crescimento”.

O relatório mantém as mesmas previsões para França e Itália: 1,2% em 2019 e 1,3% em 2020 no caso de França e 0,0% e 0,5% em 2019 e 2020 em Itália. Contudo, para Alemanha e Espanha as previsões são diferentes e são revistas em baixa. No caso de Espanha, principalmente devido “a sequelas de uma desaceleração mais intensa do que o previsto na procura interna e das exportações em 2019”.

No Reino Unido espera-se um crescimento de 1,4% este ano e 1,5% no próximo.

Recorde-se que esta atualização do World Economic Outlook analisa apenas as grandes economias mundiais, pelo que não há dados para Portugal. Na última atualização do relatório, o FMI previa um crescimento de 1,6% para este ano, um número inferior aos 1,9% estimados para o ano passado.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×