11/8/20
 
 
Tribunal diz que Carolina Salgado não cumpriu parte da sentença e condena-a quatro meses de prisão

Tribunal diz que Carolina Salgado não cumpriu parte da sentença e condena-a quatro meses de prisão

Jornal i 20/01/2020 16:38

Juiz considerou que ex-companheira de Pinto da Costa não cumpriu totalidade da sentença, a que foi condenada por difamação do presidente do FC Porto.

Carolina Salgado foi condenada a quatro meses de prisão, esta segunda-feira, pelo tribunal do Bolhão, no Porto, substituídos por uma multa de 600 euros, depois de o juiz ter considerado que a arguida não cumpriu parte da sentença a que foi condenada em 2010, por ter ficado provado em tribunal que difamou Pinto da Costa, numa entrevista à Tabu, antiga revista do SOL.

A ex-companheira do presidente do FC Porto foi condenada a 300 horas de trabalho comunitário tendo ficado ainda obrigada a publicitar a expensas próprias o texto da sentença no jornal no qual as suas declarações foram publicadas.

Apesar de ter cumprido o trabalho comunitário, Carolina Salgado nunca publicitou a sentença, logo incorreu na prática de um crime de violação de imposições, proibições ou interdições. 

Na sentença lida esta segunda-feira, o juiz considerou que "uma vez notificada da sentença, tudo o que estava no texto era para acatar", afirmando assim que Carolina Salgado "não cumpriu a obrigação" contida na primeira sentença.

Pelo incumprimento de parte da sentença, o juiz, tendo em conta a "idade da arguida" e a sua "situação socioeconómica", condenou-a a uma pena de quatro meses de prisão, substituída por "multa diária de cinco euros durante 120 dias"

Confrontado com a decisão, o advogado de defesa de Carolina Salgado, Nuno Lumbrales, sublinhou que a sentença, conhecida hoje, é passível de recurso, adiantando, no entanto, que primeiro irá falar com Carolina Salgado e analisar o acórdão antes de determinar se vão ou não recorrer.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×