26/1/20
 
 
"Porque é que o PSD não tem ambição de voltar a ser maioritário?"

"Porque é que o PSD não tem ambição de voltar a ser maioritário?"

jornal i 15/01/2020 22:36

Luís Montenegro e Rui Rio disputam a 2.ª volta das eleições diretas para escolher o presidente do PSD no próximo sábado. 

Luís Montenegro explicou quais as diferenças entre si e Ruio Rio e acusou o atual líder do PSD de ceder à vontade do primeiro-ministro, António Costa e de dividir o PSD em dois blocos, numa entrevista à TVI, esta quarta-feira. 

"A confusão que reina nos portugueses é esta: Quais são as diferenças entre o PS e o PSD? Porque é que o PSD está sempre tão à espera do PS? Porque é que o PSD não tem ambição de voltar a ser maioritário?", questionou Montenegro. "Eu entendo que, tendo o PS escolhido voluntariamente como seus parceiros o Bloco de Esquerda e o Partido Comunista, e foi uma opção legítima, nós temos a obrigação, à luz do interesse nacional, de termos uma verdadeira alternativa em Portugal. E essa alternativa faz-se com um programa, mas também se faz com posição e clareza face ao eleitorado. E essa clareza não tem existido", remata o candidato à liderança do PSD. 

O político sublinha ainda que o PSD não "tem sabido mostrar-se alternativo a um Estado e a um Governo que estão acomodados. O Partido Socialista com o apoio do Partido Comunista e do Bloco de Esquerda estão hoje acomodados à situação que vivemos em Portugal", afirmou. 

Luís Montenegro e Rui Rio disputam a 2.ª volta das eleições diretas para escolher o presidente do PSD no próximo sábado. Na 1.ª volta Rio venceu, com 49,02% dos votos e Montenegro com 41,42%.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×