6/4/20
 
 
Estados Unidos. Mãe de aluna agredida após ir à escola para falar sobre bullying

Estados Unidos. Mãe de aluna agredida após ir à escola para falar sobre bullying

Jornal i 12/01/2020 15:38

Mulher foi agredida por um grupo de raparigas de 16 anos, que seriam as alegadas agressoras da filha.

A mãe de uma jovem de 16 anos foi violentamente agredida numa escola, no Estado da Califórnia, nos Estados Unidos, na última terça-feira de manhã, quando se dirigia ao gabinete da direção para abordar o facto de a filha ser vítima de bullying.

De acordo com a imprensa local, Maria Jimenez, o marido e a filha, dirigiam-se juntos para o gabinete do diretor da James Logan High School para falarem sobre a jovem, quando foram atacados. O marido da vítima revelou que a mulher acabou por ser violentamente agredida, depois de as agressoras, um grupo de raparigas de 16 anos, não conseguirem alcançar a filha.

A polícia foi chamada ao local e deteve pelo menos uma das agressoras. Funcionários daquela escola garantiram que o incidente envolveu duas alunas, o familiar de uma das alunas e alguém que não pertencia àquela instituição escolar.

Maria Jimenez passou dois dias internada na sequência da agressão. "Eu só queria conversar com o diretor, nunca imaginaria que uma criança ia agredir um adulto, pensei que estávamos seguros na escola", disse.

Segundo a família, o bullying contra a filha começou há um ano e ocorreu na escola e online. Os pais contrataram um advogado e vão tentar transferir a adolescente de escola.

O incidente está sob investigação.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×