1/4/20
 
 
PSP esclarece o que aconteceu na noite em que o jovem cabo-verdiano foi agredido em Bragança

PSP esclarece o que aconteceu na noite em que o jovem cabo-verdiano foi agredido em Bragança

Francisco Paulo Carvalho 10/01/2020 20:15

Autoridades emitiram um comunicado a explicar o sucedido

A Polícia de Segurança Públuca (PSP) emitiu esta sexta-feira um comunicado para esclarecer o que sucedeu na noite de 21 de dezembro de 2019, quando Luís Giovani, jovem cabo-verdiano de 21 anos, foi agredido em Bragança.

De acordo com a PSP, pelas 3h15 receberam a informação que no exterior de um bar situado na Avenida Sá Carneiro, em Bragança, estaria a ocorrer uma desordem. Seis minutos mais tarde, as autoridades chegaram ao local, "não tendo verificado qualquer desordem no exterior do bar".

No local, aquando da chegada das autoridades, apenas se encontravam dois cidadãos, sendo que um deles informou os polícias que havia sido agredido por um grupo de jovens, mas que não precisava de qualquer tratamento hospitalar, nem procedimento criminal. 

Estes dois cidadãos encontrados pela PSP descreveram os agressores, tendo as autoridades realizado em seguida as "diligências pela cidade no sentido de localizar os suspeitos ou possíveis testemunhas, sem resultados".

Pelas 3h45, um outro meio policial que se encontrava em serviço de patrulha na cidade deparou-se com um "um jovem caído no solo, inanimado e com forte odor a álcool proveniente do vomitado no seu vestuário".

Perante esta situação, foi ativado o INEM pelos polícias que estavam no local, tendo o jovem - Luís Giovani - sido transportado pela ambulância dos Bombeiros às urgências da Unidade Hospitalar de Bragança. Mais tarde, a PSP foi contactada pela unidade hospitalar, que a informou que este jovem tinha sido vítima de agressão.

Segundo a PSP, a identidade do jovem foi fornecida por amigos, que informaram ainda que, horas antes, pelas 2h30, a vítima "terá tido um desentendimento com um outro grupo de jovens no interior de um outro bar, mas que teria ficado sanado". Contudo, "aquando da saída do bar, ocorreram agressões com um grupo de 15 a 20 jovens", pelo que estes amigos terão fugido, "desconhecendo para onde se teria deslocado o cidadão hospitalizado".

"A Polícia de Segurança Pública, desde o primeiro momento, desenvolveu as diligências necessárias para a investigação dos factos e respetivas circunstâncias, designadamente salvaguardando as imagens dos sistemas de videovigilância e promovendo a recolha de testemunhos. Perante o conhecimento do falecimento deste cidadão, a PSP informou de imediato a Polícia Judiciária de Vila Real, por força das competências legais de investigação", conclui o comunicado.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×