12/7/20
 
 
Carlos Carreiras. Rui Rio está “contra o partido”

Carlos Carreiras. Rui Rio está “contra o partido”

Mafalda Gomes Luís Claro 10/01/2020 15:51

Autarca diz que Rui Rio não gosta do PSD e acusa alguns dos seus apoiantes de deslealdade.

O social-democrata Carlos Carreiras considera que seria “muito mau” para o PSD se Rui Rio fosse reeleito nas eleições diretas deste sábado. O presidente da câmara de Cascais, numa entrevista ao Observador, acusou Rui Rio de ter dividido o partido nos últimos dois anos. “Os dois anos que passaram mostraram que Rui Rio está contra o partido. Permanentemente a querer criar cisões dentro do partido”, afirmou.

Para o autarca de Cascais, que apoia Miguel Pinto Luz nestas eleições diretas, o atual líder do PSD não conseguiu apresentar uma alternativa a António Costa e não fez oposição ao Governo Socialista. “Ele quer casar com o PS. Não apresentou um projeto alternativo ao projeto do PS e da extrema-esquerda”, disse Carreiras, a poucos dias das eleições internas do PSD.

O ex-vice-presidente do PSD, nos tempos de Passos Coelho, vai mais longe e acusa mesmo o atual líder de não gostar do PSD e não respeitar a história do partido. “Ele não gosta do partido. Não entende como deve funcionar com o partido. Não se disponibiliza para ter uma aproximação às bases. O ideal para Rui Rio era que o PSD fosse lá em casa dele e meramente com aqueles que frequentam a casa dele”.

O dirigente social-democrata está convencido de que “é muito pouco provável que Rui Rio seja reeleito”.

Rui Rio não foi um único visado na entrevista do presidente da câmara de Cascais. Carreiras disparou também contra Manuela Ferreira Leite e “outras figuras” que estão à volta do atual líder e foram “desleais com o partido e com o país”. Para Carreiras, que se referia aos tempos da troika, esses militantes não foram “leais” num dos momentos mais difíceis da história do país.

 

Regionalização

O autarca de Cascais manifestou-se “completamente contra” a regionalização e admite que este é um assunto que está longe de ser consensual dentro do partido. “Não é a reforma que o país precisa. Não sou nada regionalista. Sou municipalista”.

 

Recandidatura

Carreiras admitiu a hipótese de se recandidatar à câmara de Cascais, mas lembrou que pode reformar-se daqui a dois anos porque começou a trabalhar cedo. O autarca, que está à frente da câmara de Cascais desde 2011, sugeriu mesmo que se Rui Rio vencer as eleições internas poderá dificultar uma eventual recandidatura. “Este resultado que o PSD terá internamente no próximo sábado será motivo de análise da minha parte. Estou convencido que irei à terceira, mas também estou convencido de que Rui Rio não será reeleito”, disse o presidente da câmara de Cascais, numa entrevista ao Observador, em que fez duras críticas a Rui Rio e a alguns dos seus principais apoiantes. LC

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×