27/2/20
 
 
Navio a buzinar no Tejo? Mistério já está desvendado

Navio a buzinar no Tejo? Mistério já está desvendado

Dreamstime Jornal i 02/01/2020 14:12

Buzina pode soar "a semana inteira".

Nas últimas noites têm-se multiplicado os relatos de quem vive perto do Rio Tejo, em Lisboa, e não consegue dormir devido à sirene de um navio.

“Os barcos continuam a buzinar no Tejo, pela segunda noite consecutiva. Mas que raio se passa?”, questionou um utilizador no Twitter. “Segunda noite consecutiva que ouço em Arroios, 3 buzinas de minuto a minuto, hoje comecei a ouvir às 4h”, lê-se noutra publicação.

No entanto, a explicação parece simples. Em causa está o navio de carga “Western Miami”, que está fundeado no Mar da Palha (Tejo), numa zona de trânsito fluvial.

"O navio acionou a sereia porque há risco de abalroamento. É obrigado a fazê-lo sempre que existe má visibilidade. Até pode fazer soar a sereia a semana inteira", explicou o comandante da Capitania do Porto de Lisboa, João Coelho Gil, em declarações ao Diário de Notícias.

O navio de carga, com bandeira das Filipinas, encontra-se ali fundeado desde o dia 28 de dezembro e está a fazer cargas e descargas, bem como abastecimento de combustível, água e alimentos. No entanto, o nevoeiro obriga o navio a ligar a sirene para que outras embarcações saibam da sua presença. "É algo habitual nestes navios de carga e não há um prazo definido para o barco partir. O que não é habitual é termos tão má visibilidade, por causa do nevoeiro que se tem feito sentir", disse ainda a mesma fonte, explicando que a sirene se trata de um procedimento previsto no Regulamento Internacional para Evitar Abalroamentos no Mar

Apesar das queixas nas redes sociais, o responsável garante que não recebeu nenhuma reclamação por causa da sirene.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×