5/4/20
 
 
PCP vai esperar por propostas definitivas para decidir se aprova ou não OE

PCP vai esperar por propostas definitivas para decidir se aprova ou não OE

Bruno Gonçalves Jornal i 26/12/2019 13:33

"As três opções [a favor, abstenção ou contra] estão em aberto", garantiu Jorge Pires.

O PCP afirmou, esta quinta-feira, que só depois das propostas definitivas serem consagradas no Orçamento do Estado (OE) vai decidir se aprova ou não o documento. Em conferência de imprensa, Jorge Pires, membro da Comissão política do partido, afirmou ainda que o único compromisso do partido é com o povo.

Apesar de garantir que só depois da análise a decisão de aprovação irá, ou não, para a frente, o deputado considerou que será normal os partidos de esquerda viabilizarem o OE 2020, tal como aconteceu na anterior legislatura. “Na altura própria, mediante as propostas concretas que em definitivo vierem a ser consagradas no Orçamento do Estado para 2020, o PCP definirá a sua opção de voto”, disse, segundo o Jornal de Notícias.

Foi ainda sublinhado por Jorge Pires que “não há qualquer negociação” do documento e que o partido não tem qualquer compromisso nem com o Governo, nem com qualquer outro partido.

"O que é natural para o PCP é aprovar-se um Orçamento que corresponda àquilo que são as necessidades do país e dos portugueses, porque o nosso compromisso é com o povo e com o país. O problema é que aquilo que está considerado hoje no Orçamento do Estado ainda está aquém das necessidades do país e dos trabalhadores", alertou.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×