29/3/20
 
 
Portugueses poupam 6,2% dos seus rendimentos no terceiro trimestre

Portugueses poupam 6,2% dos seus rendimentos no terceiro trimestre

Dreamstime Jornal i 23/12/2019 13:16

Evolução dos rendimentos em 1,1% explica números. Capacidade de investimento das famílias cresceu para os 1,2%.

Os portugueses estão a poupar mais, Os dados do terceiro trimestre do ano indicam que as famílias portuguesas colocaram de parte, em média, 6,2% dos seus rendimentos, segundo os dados divulgados esta segunda-feira pelo Instituto Nacional de estatística (INE).

Os números são das Contas Nacionais Trimestrais por Setor Institucional que indicam um crescimento da poupança entre julho e setembro de 2019, em comparação com os 6,1% registados no trimestre anterior. “A taxa de poupança aumentou para 6,2% do rendimento disponível, refletindo sobretudo o crescimento de 0,9% do rendimento disponível, superior em 0,2% ao aumento do consumo final”, indica o INE. Estes dados concluem que cada português poupa em média 6,2 euros por cada 100 euros de rendimento auferido, o que resulta na taxa de poupança mais elevada desde o terceiro trimestre de 2018.

O INE conclui que a melhoria neste indicador resulta, em grande parte, da “evolução do rendimento disponível das famílias” determinada “pelo crescimento de 1,1% das remunerações recebidas, que explicam 0,7% do aumento do rendimento”.

O aumento da taxa de poupança foi superior ao investimento das famílias, o que, segundo o INE, resultou no crescimento da “capacidade de financiamento das famílias”, que se situou “nos 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB), mais 0,1% que no trimestre anterior”. Ainda assim, a taxa de 6,2% do rendimento poupado é um valor que se situa ainda abaixo da média da União Europeia, conclui o INE.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×